II Liga: Os "possíveis" Renato Sanches, João Mário, Lindelof ou Bernardo Silva

Está de regresso a Ledman LigaPro, com 22 equipas a perseguirem o sonho de festejarem a subida ao principal escalão do futebol nacional. Numa prova normalmente muito aberta e emocionante, o Portimonense, ainda para mais com o “mestre de subidas” Vítor Oliveira no banco, parte como favorito à subida, tendo como principais rivais a Académica, União da Madeira, Freamunde e Sporting da Covilhã, mas nunca descurando a já referida imprevisibilidade que caracteriza a divisão de prata do desporto-rei lusitano. Para além da competitividade, tem como aliciante o facto de ter vindo a servir de rampa de lançamento para muitos jogadores que estão neste momento num patamar de selecção nacional, como João Mário, Renato Sanches, Bernardo Silva ou André Gomes e ajudado outros a ganharem espaço nos grandes, sendo disso exemplo André Almeida, Nélson Semedo, Lindelof, Ruben Semedo ou André Silva. Assim, e num momento em que o nosso futebol tem visto surgir vários talentos (com as boas prestações das selecções a atestarem isso mesmo), e evitando elementos como João Carvalho, Diogo Gonçalves, Rúben Dias, Pedro Rodrigues, Yuri Ribeiro, Ismael Díaz, Tomás Podstawski, Pedro Silva ou Bruno Mendes, que já tem experiência no campeonato, o Visão de Mercado destaca alguns jovens ainda com pouca ou nenhuma rodagem a nível sénior que podem ganhar pontos esta época:

Ronaldo Tavares (Sporting B) - O "matador" dos júniores deixou água na boca depois de uma época em que foi o melhor marcador, a nível nacional, do seu escalão. Dotado de um porte físico invejável, que se reflecte num poderoso jogo aéreo, o avançado revela algumas lacunas na forma como se envolve com os companheiros e até mesmo na eficácia (precisa de demasiadas oportunidades para finalizar), mas a sua presença na equipa B do Sporting será certamente um dos atractivos da temporada, também como prova de aferição para aquilo que o jogador pode dar a nível sénior.

Bruno Costa (FC Porto B) - À semelhança de Ronaldo Tavares, o médio ofensivo do Porto foi um dos maiores destaques do campeonato nacional de Júniores (também ele não marcou presença no europeu sub-19) e, por isso, um dos elementos que foi promovido por Luís Castro. O jovem, que poderá aproveitar o êxodo de alguns elementos campeões da II liga, tem como principais características o desequilíbrio e a capacidade de passe, apesar de ter algumas limitações físicas relacionadas com a velocidade e aceleração.

Fernando Fonseca (FC Porto B) - A representar a selecção olímpica o lateral direito deverá ter a concorrência de Diogo Dalot (dois anos mais novo) tal como aconteceu nos sub-19 na temporada passada. A montra dos JO será certamente importante para o afirmar do jogador, até pelo facto do seu concorrente ter ganho imenso mediatismo nos europeus sub-17 e sub-19. O jovem lateral distingue-se pela entrega, agressividade e capacidade ofensiva que oferece, apesar de ter um estilo algo previsível quando se integra no ataque.

Gonçalo Rodrigues (Benfica B) - Um dos poucos elementos da geração de 1997 que não saltou etapas na última fase da formação. Comparado frequentemente a João Moutinho - pela rotação, capacidade de pressão e simplificação do jogo -, o médio terá agora a oportunidade de se estrear a nível profissional e mostrar que o seu handicap físico não será impeditivo para a sua afirmação no futebol sénior.

Buta (Benfica B) - Começou a extremo, recuou para lateral e acabou por terminar a temporada novamente como extremo. Trata-se de um jogador que não sendo brilhante tecnicamente e ao nível da decisão, consegue acrescentar velocidade e capacidade no último terço, o que deixa no ar alguma margem de evolução no atleta.

Francisco Ferreira (Benfica B) - Formou dupla com Rúben Dias ao longo da formação, culminando como parceiros no europeu sub-19 e, embora não tenha o mediatismo e a liderança do seu parceiro, mostra-se muito competente defensivamente, inclusivamente melhor nos duelos individuais e no jogo aéreo (beneficia da maior estatura). O seu espaço dependerá da continuidade do capitão de equipa João Nunes, mas é de prever a aposta numa dupla que já se conhece há vários anos.

Bruno Jordão (Sp. Braga B) - O Sporting de Braga apostou na contratação do médio ex-União de Leiria (de 1998), um jogador que já traz na bagagem uma época como sénior e que promete conquistar o seu espaço na equipa secundária nos gverreiros. Ao lado de Bruno Xadas (esquerdino presente no europeu) e Francisco Trincão (uma das maiores pérolas do clube), o internacional sub-18 está mais confortável como 6/8 do que a 10, mostrando mais disponibilidade quando encara o jogo de frente.

Hélder Ferreira (Vitória B) - É conhecida a confiança que o Vitória deposita nos seus jogadores mais jovens (os últimos anos provam isso) e são vários os jogadores que Vitor Campelos terá à sua disposição. De Dénis Martins, passando por Kiko ou Xavier, até ao fenómeno de precocidade André Almeida (está convocado para a primeira jornada da II liga, isto apesar de ter nascido em 2000), a lista é extensa, mas o que deverá ter maior impacto é o extremo que na temporada passada já se deu a conhecer. Depois de nos escalões mais jovens ter resolvido bastantes jogos (o título de campeões nacionais de Juvenis deveu-se em muito a ele) teve o mérito de apontar 3 golos em apenas 5 jogos (um deles num jogo de loucos no Seixal).

Bruno Paz (Sporting B) - Um dos jogadores mais promissores de Alcochete. 2016/2017 será o seu último ano como júnior, mas a maturidade, compleição física e rendimento na última temporada fazem dele um dos jogadores que merece saltar etapas. O polivalente (já passou por central, lateral direito, médio defensivo ou número 8) é bastante completo, combina atributos físicos e técnicos algo raros, mostrando ainda uma disponibilidade defensiva e ofensiva bastante assinalável (bate penaltys, aparece em zonas de finalização). Esta temporada será importante para entender qual o lugar que melhor lhe assenta, não sendo de ignorar que a lateral direita deverá pertencer a Mama Baldé.

Pedro Empis (Sporting B) - O lateral foi um dos dois Sportinguistas que marcaram presença no europeu sub-19 e, apesar da concorrência de Sualehe, parte na liderança para ser o dono do lugar na equipa B. Como quase todos os laterais actuais, destaca-se mais ofensiva que defensivamente e, tendo em conta as deficiências da equipa principal na lateral esquerda, pode ter uma porta aberta caso demonstre rendimento.

Para além destes, e no meio de alguma incerteza quanto a promoções, há alguma expectativa com os campeões da europa sub-17 (José Gomes, João Filipe, Diogo Dalot, Gedson Fernandes, Florentino, Diogo Queirós, Diogo Costa, Miguel Luís, Rafael Leão e alguns não seleccionados como Elves Baldé ou Tipote) e ainda Rui Pedro (FC Porto B), já apresentado neste espaço, que tem sido o goleador de serviço na pré-época dos dragões.

VM Scouting: João Magalhães

Etiquetas: ,