Diogo Jota dado como certo no Leganés; Everton perde Besic; Póquer de avançado do Feirense nos JO; Teo e Suk também marcaram; Brasil empatou

Saída expectável - a concorrência nos Colchoneros este ano é ainda mais forte -, a dúvida era perceber qual seria o clube e como se irá adaptar. Por exemplo Bernard, que chegou à La Liga num contexto semelhante, não teve sucesso mas o português também apresenta mais qualidade.

De acordo com a imprensa espanhola Diogo Jota não conseguiu convencer Diego Simeone e vai ser emprestado ao Leganés, emblema recém-promovido a La Liga. O extremo de 19 anos chegou este Verão ao Atlético de Madrid proveniente do Paços de Ferreira mas os colchoneros pretendem que some minutos no principal escalão do futebol espanhol antes de figurar no plantel.

Numa fase em que Adrien Silva e William Carvalho tem sido apontados ao conjunto de Koeman esta lesão reforça ainda mais a necessidade dos Toffees em garantirem mais 1 médio (apesar da contratação de Idrissa Gueye) - Muhamed Besic lesionou-se no amigável frente ao Man Utd e vai desfalcar o Everton nos próximos 6 meses. O médio, de 23 anos, na época passada já tinha sido assolado por várias lesões, depois de em 2014-15 ter-se destacado com boas exibições e 31 jogos no ano de estreia na Premier League.

Portugal dos favoritos foi o único a vencer - O torneio olímpico de futebol começou de excelente forma, com grandes espectáculos e muitos golos marcados. A excepção foi mesmo o grupo A, onde Brasil (muita desinspiração e um falhanço incrível de Gabriel) e África do Sul empataram sem golos, tal como a Dinamarca e o Iraque. No grupo B, Teo Gutiérrez inaugurou o marcador (17´) no Suécia-Colômbia (2-2), Ishak (43´) e Ajdarevic (62´) consumaram a reviravolta, mas Pabón, de grande penalidade, estabeleceu o resultado final (75´). Na outra partida, Nigéria e Japão proporcionaram um espectáculo impróprio para cardíacos. Os nigerianos venceram por 5-4, com o jogador do Feirense, Etebo, a fazer um “poker” (10´, 42´, 52´e 66´). Sadiq tinha inaugurado o marcador aos 6 minutos. Koroki (9´), Minamino (12´), Sano (70´) e Suzuki (90´+5) marcaram para os nipónicos. No grupo C, a Coreia do Sul esmagou as ilhas Fiji por 8-0. Ao intervalo ia valendo o golo de Ryu Seung-woo (32´), que completou um hat-trick (63´e 90´+3). Suk entrou aos 69 minutos e ainda foi a tempo de bisar (77´e 90´), enquanto Kwon Chang-hoon (62´e 63´) e Son Heung-min marcaram os restantes (72´). México e Alemanha empataram 2-2, numa 2ª parte de loucos. Peralta fez o 1-0 (52´), Gnabry (58´) igualou, Pizarro (60´) colocou novamente os mexicanos na frente e Ginter fez o 2-2 final aos 78 minutos. No grupo D (de Portugal), as Honduras derrotaram a Argélia por 3-2. Os centro-americanos entraram com o pé direito, pois venciam por 2-0 ao intervalo (Quioto 13´e Pereira 33´). A 2ª parte foi mais equilibrada e teve mais três golos (Lozano 79´; Bendebka 68´e Bounedjah 85´)

Etiquetas: ,