Penaltis colocam Itália na final; Ex-Benfica no Alavés; Song deixa Barça

Italianos chegam à final sem terem sido superiores em nenhum dos jogos (o guardião Meret tem sido decisivo) e tendo marcado todos os golos de bola parada (3 penaltis e 2 livres), ficando agora à espera do vencedor do Portugal-França desta tarde.

Na 1.ª meia-final do Europeu sub-19, a Itália bateu a Inglaterra por 2-1. Os transalpinos chegaram à vantagem aos 27', graças a uma grande penalidade convertida por Dimarco, o mesmo homem que, aos 60', aumentaria a vantagem da Squadra Azzurra num belo livre directo (o lateral-esquerdo tem já 4 golos apontados na competição). Até final, a Inglaterra ainda reduziu, graças a um auto-golo de Picchi aos 85', mas foi insuficiente para evitar a eliminação.

Aposta forte do conjunto de Javi Gracía, que já tinha garantido as aquisições de Moritz Bauer, Sergio Sánchez, Samuel, Carlos Zambrano, Maxime Lestienne e Ruben Rochina - O Rubin Kazan chegou a acordo com o Barcelona para a aquisição de Alex Song, médio defensivo camaronês de 28 anos. Os moldes do negócio ainda são desconhecidos, mas o Barça terá dado total liberdade ao jogador para negociar com o clube russo, dado que o jogador só tinha mais 1 ano de contrato com os Blaugrana.

Os bascos estão a apostar forte no regresso à La Liga, pretendendo agora garantir a contratação de Sosa, que esteve em destaque no Besiktas - Deyverson, avançado que em Portugal passou por Benfica e Belenenses, jogará na próxima época no Alavés, por empréstimo, com opção de compra, do Levante. O negócio foi hoje oficializado pelas partes, com o jogador, de 25 anos, a continuar assim na La Liga depois de na época passada ter disputado 33 jogos e apontado 9 golos na formação da região de Valência.



Etiquetas: , ,