Sam Allardyce é o novo selecionador inglês; Bardet vence no Tour, Froome caiu

Uma incógnita. "Big Sam" nunca foi seleccionador e nunca orientou uma equipa candidata a vencer troféus, sendo que na única vez em que subiu um pouco de nível na sua carreira (no Newcastle) fracassou. Contudo, é um treinador muito respeitado em Inglaterra, que realizou trabalhos interessantes no Bolton e no West Ham e que na última temporada "salvou" o Sunderland quando tal parecia já quase impossível. Na selecção dos "Três Leões" contará com uma base bastante jovem, mas que possui muita qualidade e que lhe possibilitará a oportunidade de obter resultados superiores em comparação com o seu antecessor. 

A Federação Inglesa confirmou Sam Allardyce como o novo seleccionador da selecção nacional inglesa para os próximos 2 anos, sucedendo assim a Roy Hodgson. O técnico de 61 anos deixa o Sunderland e abraça o seu primeiro desafio ao nível de selecções depois de também ter passado por clubes como o Bolton, Newcastle, Blackburn ou West Ham. O primeiro objectivo será marcar presença no Mundial 2018, sendo que os adeptos sonharão com algo mais.

Rui Costa voltou a tentar, mas a luta pela geral tramou-o. Dia marcado pelas quedas. Froome (que demonstrou algumas dificuldades mas até reforçou a liderança) e Mollema caíram. E Tom Dumoulin teve de desistir e ficou em dúvida para os Jogos Olímpicos, onde era um dos principais favoritos à prova de contrarrelógio - Romain Bardet deu a 1.ª vitória à França neste Tour ao vencer a etapa 19. O ciclista da AG2R chegou isolado ao alto de Saint-Gervais Mont Blanc depois de se ter destacado numa fase em que, devido à chuva, Froome e outros favoritos caíram. Pelo meio ainda ultrapassou Rui Costa, que se tinha destacado numa fuga de 20 elementos e chegou aos últimos 10km isolado. Purito fez 2.º, Valverde foi 3.º, enquanto que Froome, que caiu, ficou alto maltratado e teve de trocar de bicicleta, foi apenas 9.º. Mesmo assim o britânico ganhou tempo a Mollema (o principal derrotado do dia, que perdeu mais de 4 minutos) e Yates (fraquejou na última subida). Na geral, Froome tem agora menos 4'11 que Bardet (passou de 5.º para 2.º), 4'27" que Quintanta, 4'36" que Yates e 5'17" que Porte. Já Mollema passou de 2.º para 10.º. 

Etiquetas: ,