Guardiola descarta Messi: «Vai ficar no Barcelona até ao final da carreira»; Leicester garante Musa por 20 ME; João Sousa eliminado

Daily Mail
Uma apresentação inovadora (foi feita na parte exterior do estádio, com os adeptos a assistir e perguntas feitas pelas redes sociais e por elementos do público) que deixou clara a vontade existente no clube de iniciar uma nova era (provam-no a criação de um novo emblema, de um novo site oficial ou a garantia de aposta na formação) e também dá a entender que, ao contrário do que sucedeu em Munique, Pep terá "carta branca" para definir as opções a tomar no futuro do clube. 

Pep Guardiola foi hoje apresentado como novo treinador do Manchester City com toda a pompa e circunstância, e deixou já algumas frases a destacar. O catalão começou  por dizer que "agora a vossa casa é a minha nova casa e estou encantado de estar aqui. Obrigado ao Manchester City por me dar a oportunidade de viver em Inglaterra. Acho que vamos desfrutar imenso", referiu Pep, acrescentando que " estou aqui para cumprir um objectivo. Para tentar jogar bem cada jogo, para que o City pratique bom futebol e que os adeptos se sintam orgulhosos da equipa. No fim veremos que nível temos e o que podemos alcançar, mas o que mais quero é que a gente se divirta com o que nós fazemos. Espero conquistar títulos, e para isso precisamos dos adeptos", referiu. O ex-Bayern Munique e Barcelona foi depois questionado sobre se iria contratar Messi e respondeu que "não é um mau jogador mas tem de ficar no Barcelona até ao final da carreira", concluindo com uma reflexão sobre a importância da formação, já que "cresci num dos clubes com melhor formação do mundo e essa foi uma das coisas que me fez vir para aqui, já que há instalações muito boas e o City necessita de jogadores que saiam da Academia".

Boa aposta? O extremo/avançado, com a sua técnica e velocidade, na teoria encaixa na perfeição na ideia de jogo de Ranieri - Ahmed Musa vai ser o próximo reforço do Leicester, foi o próprio Leonid Slutsky, treinador do CSKA, a confirmar que o nigeriano se vai juntar ao campeão da Premier League nos próximos dias. Pelo avançado o Leicester vai pagar 20 milhões de euros. Musa na última época apontou 18 golos em 44 jogos.

O português começou mal e à excepção do último set nunca conseguiu dar luta ao 64.º da hierarquia - João Sousa foi eliminado na terceira ronda de Wimbledon, ao perder com o checo Jiri Vesely, em três ‘sets’. O vimaranense sucumbiu pelos parciais de 6-2, 6-2 e 7-5, num duelo com a duração de 1h33, mesmo assim atingiu o seu melhor resultado de sempre no Grand Slam britânico.

Etiquetas: , ,