«As propostas por Slimani tem sido ridículas»

Qual é o valor de mercado do argelino? Os clubes não se tem demonstrado disponíveis para oferecer mais de 20 milhões de euros pelo 2.º melhor marcador da Liga. Veremos é como é que Jesus vai lidar com um plantel recheado de elementos que indirectamente (também não se pode ser inocente de empurrar tudo para os empresários e fazer deles os maus da fita) tem manifestado vontade em sair.

Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting, voltou a recorrer às redes sociais desta vez não para falar do Benfica, como tem sido hábito, mas para atacar o empresário de Slimani, que hoje afirmou a um jornal desportivo que o «avançado pretende deixar Alvalade e ir para um novo desafio, porque deixou de haver condições para ele continuar no Sporting». O responsável leonino confirmou que tem havido propostas pelo avançado, mas que as «mesmas perante o valor objectivo do jogador, se apresentam como ridículas» e que os leões não vão negociar pelos jornais. «O agente de Islam Slimani apanhou o comboio do agente do João Mário e veio a público dar um ar da sua graça. Fala de propostas como se estivesse a dar grandes novidades. Sim, existem propostas, que, perante o valor objectivo do jogador, se apresentam como ridículas. Aliás, o Presidente do Sporting CP já disse que têm sido várias as propostas e para vários jogadores. Fala de promessas feitas na época passada que são totalmente falsas. Aliás, na linha de entrevistas de outras pessoas que vivem à volta dos jogadores e que decidiram, pelos vistos, formar um "coro" que em nada resulta pois o Presidente só se comove com a "música" dos 5 violinos. Slimani tem contrato e todos aqueles que acham que negociar pelos jornais é uma fórmula vencedora vão acabar sempre por, mais cedo ou mais tarde, cair na realidade, defraudando as expectativas dos seus atletas. Já agora, relembro a regra da FIFA que impede os Clubes de abordarem os jogadores/agentes sem o consentimento do Clube ao qual o atleta está vinculado por contrato. O Sporting CP não deu autorização a qualquer clube para abordar os seus atletas mas, diariamente, os agentes vêm a publico falar de ofertas e "novos" salários. Os agentes que trabalham desta forma deveriam, nestes casos, ver as suas licenças retiradas. Mas, pelos vistos, até nisto o "crime" vai compensando, até ao dia que enfrentam, em "clima de guerra", este novo Sporting Clube de Portugal", escreveu Nuno Saraiva na sua página do Facebook.

Etiquetas: