Vieira diz que falta a Rádio Benfica e clarificar o contrato com a NOS; Portugal-Gibraltar no Bessa; Fonseca vence na Champions; Djalma dá empate ao PAOK

Com o tricampeonato, presença recente em duas finais europeias, força da formação, com 2 elementos em 2 dos 3 melhores clubes do Mundo e domínio nas selecções jovens, como se verificou nos sub-17 e sub-19, e capacidade nas modalidades (as águias tem dominado a maior parte delas nos últimos anos), dificilmente haverá sequer oposição.

Luís Filipe Vieira, que está na presidência do Benfica, há 13 anos, formalizou a candidatura a mais um mandato. O líder das águias, desta vez com um discurso mais pausado (há 4 anos prometeu três campeonatos, uma final europeia, 50 títulos nas modalidades amadoras e jogos na Benfica TV ), assumiu que ainda faltam duas promessas para realizar. "Temos de concretizar a criação da rádio Benfica e clarificar os termos do contrato com a NOS", disse num jantar com um grupo de apoiantes. "É verdade que a recente conquista do tri faz jus à história do Benfica. E ficaríamos muito satisfeitos se conseguíssemos obter o tão ambicionado novo título, conquistando pela primeira vez o tetra na nossa história. Demonstrar ser possível conciliar o rigor de ter os pés bem assentes na terra com a ambição de ter os olhos postos no futuro. Por isso, assumimos que a aposta na formação e nos novos jogadores daria resultados. E resultados já no presente", sentenciou o presidente dos encarnados.

O primeiro jogo da fase de qualificação para o Campeonato do Mundo 2018, frente à Suíça, terá lugar a 6 de setembro, em Basileia - A seleção nacional vai defrontar a sua congénere de Gibraltar a 1 de setembro, no estádio do Bessa em jogo particular de preparação para o Mundial'2018. Portugal, que venceu o Euro'2016, não deve contar com Cristiano Ronaldo para estes duelos, já que o avançado do Real Madrid só deve regressar à competição a meio de Setembro.

Paulo Fonseca com pé e meio no playoff, Ajax com missão complicada - O Shakhtar Donetsk, orientado pelo português Paulo Fonseca, venceu o Young Boys por 2-0, com golos de Bernard e Seleznev, na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, que antecede o play-off (onde estará o FC Porto). Já o PAOK, com um golo de Djalma, empatou em Amesterdão frente Ajax (1-1). Igualdade também no Rostov-Anderlecht (2-2).

Etiquetas: