Alan Ruiz dá nas vistas na vitória do Sporting; Spalvis (que esteve mal na finalização) saiu lesionado; Gauld voltou a ficar no banco; Amadores suíços criaram dificuldades à defensiva leonina

O Sporting bateu os amadores do FC Stade Nyonnais, por 3-1, no 2.º jogo de preparação para 2016-17. Frente a uma equipa da III divisão suíça os leões superiorizaram-se, principalmente na 1.ª parte, tendo, com 2 golos de penalti (Alan Ruiz e Jefferson) e outro de João Pereira, chegado ao intervalo a vencer por 3-0. No 2.º tempo o Stade Nyonnais conseguiu reduzir logo a abrir e equilibrou mais a partida, tendo criado algumas dificuldades à defesa leonina.

O jogo foi quase de sentido único, mas a primeira oportunidade até foi dos suíços, que foram aproveitando em algumas ocasiões o fraco controlo da profundidade por parte da linha defensiva leonina. De resto, quase só deu Sporting, como se esperava. Os leões foram criando várias oportunidades e marcaram de penalty por duas vezes. Primeiro foi Alan Ruiz a estrear-se a marcar e depois foi Jefferson a cobrar a grande penalidade com tranquilidade. Pelo meio, o reforço argentino assistiu João Pereira para mais um golo. Na segunda parte, os suíços, que mudaram a equipa toda ao intervalo, reduziram, num lance em que Naldo ficou mal na fotografia, e depois ainda ameaçaram o 2-3. O Sporting pareceu acusar o desgaste físico e ofensivamente pouco produziu na segunda metade, tendo algumas dificuldades para contrariar a maior frescura do adversário. As substituições também não surtiram efeito e o jogo foi-se arrastando até final.

Sporting - Valeu pela primeira parte. Os leões mostraram uma dinâmica ofensiva interessante, com a mobilidade do costume e várias soluções para desequilibrar. Alan Ruiz fez a diferença a jogar como segundo avançado e, apesar das fragilidades do adversário, deixou excelentes indicações nesta primeira aparição. Visão, técnica e a decidir quase sempre bem. Iuri também esteve num nível muito positivo, sempre disponível para receber e sem medo de arriscar. Pode melhorar na definição dos lances, já que fez mais cruzamentos sem nexo do que é desejável. Bruno César também esteve participativo, combinando bem com Jefferson e criando diversos desequilíbrios. Já Spalvis não teve uma estreia feliz. Teve dificuldades a envolver-se e foi ineficaz nas duas oportunidades que teve. Para piorar, saiu lesionado e veremos se a lesão no joelho não terá alguma gravidade. Do meio campo para trás, apesar de o nível do adversário ser muito baixo, os leões revelaram dificuldades inesperadas. A transição defensiva voltou a estar desastrada e o conjunto de Jesus sofreu com as iniciativas dos suíços. Palhinha não conseguiu nota satisfatória na missão de segurar o meio campo praticamente sozinho, já que Aquilani pouco contribuiu defensivamente. O jovem português optou por simplificar com bola, correndo poucos riscos. Paulo Oliveira e Naldo fizeram exibições terríveis, perdendo constantemente em velocidade e errando inúmeras abordagens. Os laterais Jefferson e João Pereira também não estiveram brilhantes defensivamente, mas corresponderam ofensivamente durante o primeiro tempo. Na segunda metade o ritmo da equipa baixou imenso, não dando para tirar grandes ilações. Mesmo com as entradas de muitos jogadores, o Sporting jogou pouco e os suplentes pouco mostraram. 

Etiquetas: