A página mais brilhante na história do futebol português; Obrigado!

Um país deprimido dá lugar a um país em delírio. E a um país agradecido. Agradecido a 23 heróis, que foram defender as cores nacionais num evento desportivo, um mero torneio de futebol, mas que durante um mês fez uma nação sonhar. A 23 que, finalmente, nos deram a grande alegria por que todos ansiávamos. Amanhã não há Caixa, não há IRS, não há filas de trânsito, o chefe chato ou a senhora da repartição que não dá o papel. Este país, tantas vezes maltratado, merece uma alegria. Um bálsamo para curar feridas.

As lágrimas do Eusébio, a desilusão do Chalana, o choro de Ronaldo, uma longínqua recordação, um aperitivo para o êxtase que foi o minuto 120. Portugueses por todo esse Mundo vibraram, e até mesmo os mais cépticos se renderam a este grupo, a esta força. De todas as raças, credos e clubes, unidos em torno desta Selecção. Uma verdadeira Selecção, um Grupo, uma Ideia. Obrigado a Todos.
Obrigado Patrício, pelas tuas mãos de ferro, e pela tua calma no meio da tempestade.
Obrigado Pepe, mesmo não tendo nascido do lado de cá do Atlântico, sentes a bandeira.
Obrigado Ronaldo, podes não ter sido o Melhor, mas foste o Capitão.
Obrigado Renato, pela tua irreverência.
Obrigado Éder, por nunca desistires, e nunca deixares de acreditar que podias ser tu herói.
E obrigado Fernando, pelo teu realismo optimista. Obrigado por ires recrutar os "velhos" quando se te pedia renovação. Obrigado por teres ido repescar o Fonte. Obrigado por não cederes às críticas, às insinuações, às pressões, às gozações, por seres quem és, consciente do que fazes e podes fazer, e de até onde podes chegar. À vitória.

Obrigado por esta alegria, efémera. Mas que é eterna. Portugal é campeão da Europa!

Nuno R.

Etiquetas: