Sporting sagra-se campeão nacional de futsal

O desfecho mais normal para este campeonato. O Sporting foi melhor na fase regular, batendo inúmeros recordes, e no playoff acabou por provar que é superior ao rival, tanto a nível individual (jogadores de classe mundial como Fortino e Merlim fizeram a diferença, tal como Marcão) como colectivo, demonstrando grande qualidade em todos os momentos do jogo. Não é por acaso que a equipa de Nuno Dias venceu todas as provas internas da temporada (à excepção da Supertaça). Veremos como será o ataque à UEFA Futsal Cup, sendo certo que está prometido um grande investimento. Quanto ao Benfica, bateu-se bem, mas acaba por ter menos armas que o adversário. Brandi e Chaguinha foram os mais inconformados, mas há certos jogadores no plantel que não ofereceram o necessário. 

O Sporting venceu o jogo 4 da final do playoff e sagrou-se campeão nacional no Pavilhão da Luz. Os leões repetiram o resultado de 2-1 e recuperaram o título que estava nas mãos do Benfica. O jogo teve dois golos madrugadores. Primeiro foi Caio Japa, assistido por Fortino, e logo a seguir foi Alan Brandi a restabelecer a igualdade. Os ânimos acalmaram, com as duas equipas sem correr grandes riscos no período que se seguiu. O 2-1 chegaria ainda na primeira parte, com um trabalho perfeito de Alex Merlim a oferecer o golo a João Matos. Os leões chegaram às 5 faltas e assumiram uma postura mais expectante, sem que o Benfica conseguisse criar grandes ocasiões. A perder, os encarnados tiveram de procurar o empate na segunda parte, mas o Sporting controlou muito bem a partida, evitando que a bola rondasse a baliza de Marcão. Contudo, a pressão das águias intensificou-se nos últimos 10 minutos, com o guardião brasileiro a ser obrigado a inúmeras intervenções fantásticas. A turma de Joel Rocha ainda tentou o 5x4, mas a segurança defensiva do conjunto de Nuno Dias levou a melhor sobre a falta de qualidade dos processos benfiquistas nesse capítulo do jogo. 

Etiquetas: , ,