Benzema diz que foi excluído do Europeu por Deschamps ter cedido à parte racista de França; Sporting com prejuízo de 17,1 ME, FC Porto de 37,9 ME

Benzema, de origem argelina, considera que o selecionador de França o excluiu da lista de convocados para o Europeu, não pelo caso Valbuena, mas, tal como Hatem Ben Arfa, também de origem magrebina, por ter cedido "à pressão de um partido politico racista", em referência ao partido de extrema-direita Frente Nacional. "Deschamps não é racista, mas cedeu à pressão de uma parte racista da França. Tem a ver com o facto de o partido extremista ter chegado à segunda volta das últimas eleições. Não sei por isso se foi apenas uma decisão só do Didier, porque sempre me relacionei bem com ele e com o presidente. Não tenho problemas com ninguém," afirmou o avançado do Real Madrid, melhor marcador em atividade dos 'bleus' (27 golos), numa entrevista à Marca. Apesar desta situação o 9 merengue não guarda rancor e admite voltar a representar a França.

O relatório de contas do clube leonino foi entregue atrasado. A data limite estipulada pela CMVM era até ontem e os ‘leões’ só esta quarta-feira de manhã entregaram o documento; O emblema de Alvalade no relatório confirma as aquisições de Spalvis e de Alan Ruiz e Federico Ruiz - Em comunicado enviado à CMVM, a Sporting SAD revela que os resultados dos primeiros nove meses do exercício são negativos em 17,1 milhões de euros, o que contrasta com os 22,1 ME positivos no mesmo período na época passada. De acordo com os leões esta variação acontece «principalmente» devido ao processo da Doyen. Isto porque o Tribunal Arbitral Suíço obrigou à constituição de uma provisão, com o registo de um gasto não recorrente de 14.391 milhares de euros. No entanto, a SAD leonina refere ainda que "o resultado líquido dos três meses que compõem o 3.º trimestre de 2015/2016 é positivo em 1.046 milhares de euros". O Sporting acrescenta ainda que "os gastos operacionais sofreram um aumento de 19.341 milhares de euros relativamente ao semestre homólogo decorrente essencialmente do aumento dos gastos com pessoal (17.604 milhares de euros) e fornecimentos e serviços externos (2.076 milhares de Euros). Já o passivo sofreu um acréscimo de cerca de 17.048 milhares de Euros".

No documento os dragões revelam que Marega custou 3,8 ME por 100 por cento do passe enquanto Suk obrigou a um investimento de 1,5 milhões de euros por 70 por cento do passe - A SAD do FC Porto registou perdas na ordem dos 37,9 milhões de euros nos primeiros nove meses do exercício fiscal de 2015/2016, segundo comunicado enviado à CMVM. Segundo os portistas a queda de 30 milhões de euros face ao período homólogo deve-se "à dominuição dos proveitos operacionais", que, por sua vez, e excluindo proveitos com passes de jogadores, registaram uma quebra de 13,9 milhões de euros, "atingindo agora os 57,367 milhões, fundamentalmente devido à diminuição das receitas obtidas pela participação em provas europeias". Quanto ao capital próprio consolidado, os 'dragões' revelam que este atingiu "os 46,037 milhões em 31 de março de 2016, o que representa uma queda de 37,067 milhões face a 30 de junho de 2015, devido à incorporação do resultado líquido obtido no período". O documento acrescenta que, além disso, o "ativo líquido diminui 6% após o fecho das últimas contas anuais, atingindo agora os 336,894 milhões, pela diminuição dos valores a receber de clientes e do montante em caixa, ainda que o valor contabilístico do plantel tenha crescido 12,786 milhões neste exercício". Em relação ao passivo total, é referido que este atinge os 290,857 milhões de euros, o que representa um aumento de 5% face a 30 de junho de 2015, mas a entidade portista salientou ainda que "o passivo remunerado diminuiu 7,698 milhões neste período".

Etiquetas: , , ,