Portugal falha Mundial de Andebol; André Schembri reforça Boavista; Nottingham Forest aposta em director português; Luís Mata renova pelo Porto

Quintana brilhou mas não foi suficiente.

Portugal falhou o acesso ao Mundial de 2017 em Andebol. Apesar da vitória na segunda mão do palyoff frente à Islândia por 21-20 a derrota no 1.º jogo por 23-26 acabou por fazer a diferença. A selecção nacional, que teve em Quintana um "muro" na baliza, chegou a liderar por 20-17, mas nos últimos minutos tremeu no ataque e deitou tudo a perder.

Mais de 70 jogos pela selecção, sendo que na última época apontou 16 golos pelo Omonia, do Chipre - André Schembri assinou pelo Boavista até 2018. O internacional maltês, de 30 anos, que pode atuar tanto a médio-ofensivo como a extremo ou a ponta de lança, junta-se a Mickael Meira, Talocha e Edu Machado nos reforços já confirmados dos axadrezados.

O objectivo é fazer regressar o bicampeão europeu à Premier League - Pedro Pereira foi oficializado como novo diretor de futebol do Nottingham Forest. O português, que esteve uma década no Sp. Braga, na última época representou a Fiorentina.

Começou a avançado mas nos últimos tempos foi adaptado a lateral esquerdo - Luís Mata, da equipa de Sub-19, renovou o contrato que o liga ao FC Porto até 2020, num acordo que prevê uma cláusula de rescisão no valor de 20 milhões de euros. Com 18 anos, 11 dos quais no FC Porto, Luís Mata cumpriu até agora toda a sua formação de Dragão ao peito. Nas duas últimas temporadas, o jovem avançado portista sagrou-se bicampeão nacional de Sub-19.

Etiquetas: ,