O treinador que o Milan deseja; Miguel Vítor fica livre; EUA eliminam Paraguai

À partida, é provavelmente a melhor opção à disposição dos Rossoneri. O chileno, apesar de não ter a fama de outros treinadores, fez tremendas épocas no Villarreal e no Málaga, estabeleceu a segundo maior cifra de pontos na história do Real Madrid (com 96, só superado pela época dos 100 pontos de Mou) e no City, apesar de ter estado muito longe de ter sido brilhante, também não foi um desastre, vencendo a Premier League em 2013-2014 e nesta época foi "tramado" por não ter conseguido lidar com o anúncio da chegada de Pep (a equipa fartou-se de perder pontos depois da oficialização do catalão), mas ainda assim deu um salto a nível europeu ao chegar às meias-finais da Champions.

O consórcio chinês que pretende comprar o Milan fez do chileno Pellegrini a opção prioritária para assumir o comando técnico. A imprensa italiana adianta que já houve negociação entre as partes, mas que o ex-treinador do City terá pedido, além de reforços de inegável qualidade, um salário anual de 6 milhões de euros, algo que os chineses pretendem baixar. O outro obstáculo é que devido à operação a que Silvio Berlusconi será sujeito nos próximos dias, devido a um problema no coração, a passagem do AC Milan para o grupo da China foi adiada.

Boa opção para os clubes nacionais? - Miguel Vítor, antigo central do Benfica, não renovou pelo PAOK, da Grécia e é um jogador livre. O defesa português, de 26 anos, estava no emblema de Salónica desde 2013 tendo apontado 9 golos em 112 partidas. 

Ruiz (Sporting) entra de férias mais cedo; Colômbia evita Argentina até à final mas pode ter de medir já forças com o Brasil - Os EUA bateram o Paraguai, por 1-0, aproveitando assim a derrota da Colômbia para garantir o 1.º lugar do grupo A da Copa América. Dempsey apontou o único golo ainda na 1. parte, num jogo em que os americanos ficaram reduzidos a 10 (expulsão de Yedlin logo a abrir o 2.º tempo) mas nem assim o Paraguai (que ficou já pelo caminho) conseguiu aproveitar. No outro jogo do grupo, a Colômbia perdeu, por 3-2, frente à Costa Rica. Pekerman deu descanso à maior parte dos titulares, mas com esta derrota ficou apenas em 2.º no grupo, o que irá obrigar a um duelo frente ao líder do grupo B (Brasil?) já nos quartos-de-final. Quanto à partida, Venegas com um belo golo abriu o activo logo aos 2 minutos, Fabra empatou para a Colômbia mas depois entrou na história da competição ao marcar um autogolo (nunca um jogador tinha marcado nas duas baliza na Copa América). No 2.º tempo Borges fez o 3-1, e o melhor que os Cafeteros conseguiram foi reduzir por Moreno. Bryan Ruiz, do Sporting, jogou 78 minutos.

Etiquetas: ,