Arsenal bateu cláusula de rescisão de Jamie Vardy

Boa aposta? Depois de uma época decepcionante (e desta feita os Gunners até pareciam estar numa trajectória ascendente, voltando aos troféus e deixando de vender os melhores jogadores aos rivais para passar a contratar estrelas como Cech, Alexis ou Ozil, pelo que a desilusão foi ainda maior do que noutras épocas), é natural que Wenger (que cada vez tem mais vozes a contestarem-no e pode ter problemas em seguir no cargo se a próxima época for mais do mesmo) queira atacar o mercado de forma assertiva, mas esta é uma aposta arriscada. Ainda que a tentação de contratar um jogador inglês que foi um dos principais responsáveis pelo feito do Leicester seja forte (ainda por cima por 25,5 milhões, um valor relativamente baixo para os actuais parâmetros do mercado), a verdade é que Vardy vai já a caminho dos 29 anos, só esta temporada rendeu a alto nível e é mais um jogador de transições, de procurar atacar o espaço nas costas da defesa do que um ponta-de-lança de uma equipa que jogue permanentemente em ataque posicional.

De acordo com toda a imprensa inglesa, o Arsenal activou a cláusula de rescisão de Jamie Vardy, avançado do Leicester City, fixada nos 25,5 milhões de euros. Os gunners vão agora tentar convencer o internacional inglês, que foi decisivo no título do conjunto de Ranieri, a rumar a Londres. Alguns jornais adiantam que a equipa de Wenger vai oferecer um salário de 125 mil euros por semana ao avançado, de 29 anos, que na última época apontou 24 golos na Premier League.

Etiquetas: ,