Mónaco garante Glik por 11 ME; Podolski critica formato do Euro'2016

Até pode ser o substituto de R. Carvalho, já que o português ainda não renovou e o próprio Glik confessou à imprensa polaca que ainda não sabe se o ex-Porto vai continuar. O polaco é forte nos duelos, costuma fazer a diferença na área contrária (este ano não marcou, mas na época anterior apontou 8 golos) e preenche um sector que estava carente de reforços, já que além de Carvalho também Raggi está na fase descendente, Wallace ainda não convenceu e Jemerson continua à procura do seu espaço.

O Mónaco garantiu a contratação de Kamil Glik, central polaco que vai ser adversário de Portugal nos quartos-de-final do Europeu (tem feito com Pazdan uma das melhores duplas da competição), a troco de 11 milhões. Foi o próprio defesa do Torino a confirmar que se vai juntar ao conjunto de Jardim depois do Euro'2016, só faltando neste momento fazer os testes e assinar contrato para que a transferência seja oficializada. "Mónaco fica apenas a 200 Km de Turim por isso a adaptação vai ser rápida e precisava de uma mudança. O Mónaco vai estar na pré-eliminatória da Champions e eu queria lutar por títulos", disse o central à imprensa da Polónia. Glik, de 28 anos e 1m90, esteve 5 anos no Torino onde se assumiu como um dos melhores centrais da Série A.

Concorda? - Lukas Podolski, avançado da Alemanha, criticou o formato do Euro'2016, competição que pela primeira vez se realiza com 24 participantes. "A fase de grupos foi um pouco estranha porque a UEFA fez algo estúpido com o sistema. Não se trata de defender as seleções mais pequenas, mas sim das decisões que tomaram. Algumas equipas esperaram três dias por uma decisão", disse o jogador do Galatasaray. "Mesmo perdendo os dois primeiros jogos, ainda há uma hipótese de passar à próxima ronda. É um pouco confuso mas, para nós (jogadores), não tem qualquer importância", acrescentou.

Etiquetas: