Milik derruba muralha da Irlanda do Norte; Sporting derrota Benfica no futsal

Polónia 1-0 Irlanda do Norte (Milik 51')

Contra "autocarros" por vezes não é fácil. A Polónia bateu a Irlanda do Norte por 1-0, graças a um golo de Milik, num encontro em que a estreante na competição praticamente se limitou a defender com toda a equipa, acabando por não criar uma ocasião clara de golo. Já a formação da Europa Central foi acumulando ataques (apesar de nem ter criado muitas ocasiões de golo) e venceu de forma natural.

No que toca ao encontro, a Polónia entrou forte, a pressionar e a mandar no jogo, enquanto que a Irlanda do Norte recuava para a sua área. No entanto, os polacos não conseguiram encontrar os caminhos da baliza (as decisões também nem sempre eram as melhores), com a formação britânica a aproveitar para respirar melhor. Só à passagem da meia-hora surgiu a primeira grande oportunidade do desafio, com Milik a ganhar espaço dentro da área mas a disparar por cima, quando tinha tudo para inaugurar o marcador. Até ao intervalo, Kaptuska obrigou McGovern a uma bela intervenção, mas o resultado não se alteraria, com o 0-0 a manter-se. A segunda parte começou num ritmo morno, mas com a Polónia a chegar à vantagem numa jogada pela direita, com Kuba a cruzar para Milik, com este a não perdoar em zona frontal. O golo trouxe confiança à turma de leste, que passou a circular melhor a bola e a encontrar melhor espaços, enquanto que a selecção britânica demonstrava pouca capacidade (só em lances de bola parada conseguiam chegar à área). Kuba dispôs de uma boa ocasião (remate ao lado), mas só nos últimos 10 minutos, altura em que a Irlanda do Norte arriscou mais, se assistiram a mais oportunidades de golo. Primeiro foi Steven Davis a falhar o remate em situação privilegiada e depois foi Krychowiak a mandar uma “bomba” ao lado. No entanto o resultado não sofreu modificações, com a Polónia a garantir a vitória pela margem mínima. Destaque para a confirmação de que esta Irlanda do Norte é a equipa com menos argumentos deste Europeu, limitando-se a defender acumulando todos os elementos atrás da linha da bola, tendo mesmo muitas vezes quase toda a equipa dentro da própria área, ao passo que a Polónia faz a sua obrigação, garantindo 3 pontos essenciais antes de defrontar a Alemanha. No plano individual Milik, não só pelo golo mas pelas boas movimentações que fez, demonstrando boa técnica, e o jovem Kapustka (ainda 19 anos), que esteve muito activo, agitando o encontro com as suas conduções de bola (já Lewandowski esteve mais apagado), foram os elementos em maior evidência.

Clube leonino, que foi mais forte, fez a diferença nas bolas paradas; Águias não ficavam em branco num dérbi deste 2007 - O Sporting ganhou vantagem na final do campeonato de Futsal ao derrotar, em casa, o Benfica, por 3-0. O jogo foi equilibrado no 1.º tempo, mas Fortino, na sequência de um canto fez o 1-0 e tudo mudou. As águias ainda tiveram a oportunidade para empatar por Coelho, que não aproveitou um erro de Marcão na saída, mas depois só deu Sporting. O clube leonino fez o 2-0 a abrir a 2.ª parte, por Cary, na sequência de mais um canto, e depois ampliou por Diogo (um golaço). Os encarnados no 2.º tempo, mesmo com 5 contra 4, pouco ameaçaram Marcão, e a vitória do Sporting acabou por ser indiscutível.

Etiquetas: , , ,