Perú elimina Brasil com golo com a mão; É a 1.ª vez que a Canarinha fica fora dos 8 melhores da Copa América

Há muito que o futebol brasileiro está mal, mas os dirigentes não resolvem nada, limitando-se a ir "empurrando a realidade com a barriga", apostando nos mesmos homens e nas mesmas soluções que estão a levar uma super-potência a um lento declínio. Desta feita, o Escrete foi eliminado num grupo que não contava com nenhuma das maiores potências do Continente, só conseguindo bater o frágil Haiti. É verdade que o golo do Peru foi marcado com a mão, mas isso não pode branquear a realidade: urge uma mudança de paradigma, e para que esta aconteça uma as primeiras medidas deverá ser a saída de Dunga do cargo de selecionador.

A imprensa brasileira fala em "vexame". O Brasil perdeu com o Peru por 1-0 e foi eliminado na fase de grupos da Copa América, ficando fora dos 8 melhores da competição pela primeira vez em 100 anos de história da mesma. Dunga optou por colocar Lucas Lima e Gabigol nos lugares de Casemiro e Jonas, e a verdade é que na primeira parte até se vislumbraram melhores na qualidade de jogo, no entanto a Canarinha não conseguiu marcar e no segundo tempo o Peru passou a estar por cima dos acontecimentos e aos 75' veio o momento da polémica: cruzamento da direita e Ruidíaz, com o braço direito, introduz a bola dentro da baliza. O árbitro esperou bastante tempo para tomar uma decisão, consultou os assistentes, mas acabou por validar o golo que certificou a eliminação do Brasil e um grande embaraço para a Copa América. No outro jogo o grupo B, o Equador bateu por 4-0 o Haiti e terminou em segundo, seguindo para os quartos juntamente com o Peru. Enner Valencia, Ayovi, Noboa e Antonio Valencia marcaram os golos do Equador.

Etiquetas: , , ,