«Faltam detalhes para sair do Benfica»; Hamilton aproxima-se de Rosberg; Islândia derrota Portugal no Andebol; Draymond Green suspenso para o jogo 5

O argentino Nico Gaitán disse hoje que ainda faltam "detalhes" para que se consuma a sua saída do Benfica, supostamente para o Atlético de Madrid. «Eu tenho o meu clube que é o Benfica, não tenho nada com nenhuma outra equipa que não seja o Benfica. Sei que estou muito perto de sair, mas são detalhes que é necessário ultimar, já não depende de mim», afirmou, acrescentando que neste momento só está concentrado na selecção Argentina, que lidera o grupo da Copa América: «Estou só a pensar na seleção. A transferência não é algo que esteja na minha cabeça», disse o esquerdino que foi titular nos 2 primeiros jogos pela vice-campeã do Mundo.

Selecção nacional não participa numa grande competição desde 2003, a Islândia foi 13.ª no último europeu e possui jogadores a actuar nas melhores ligas e equipas europeias - Portugal perdeu na Islândia o primeiro jogo do playoff de apuramento para o Mundial de 2017, por 26-23. A defesa portuguesa, que estreou o naturalizado Daymaro Salina, teve dificuldades perante a primeira linha adversária, repleta de rematadores potentes, em especial Palmarsson, que apontou 6 golos. Ainda assim, Alfredo Quintana, outra importação de Cuba, brilhou na baliza, com intervenções de grande nível. No ataque português, Gilberto Duarte (4 golos) foi muito marcado, valendo as exibições de Tiago Rocha e António Areia, com 5 golos cada um. Destaque para a fraca eficácia de ambos os conjuntos nos livres de sete metros, e para as poucas exclusões (Portugal, mesmo perante o poderio islandês, apenas somou 6 minutos). A Islândia comandou sempre o marcador e chegou ao intervalo a vencer com naturalidade por 13-10. No entanto, a equipa nacional nunca deixou os escandinavos fugirem no marcador, ainda que por vezes o excesso de vontade em reduzir a diferença tenha originado falhas técnicas no ataque. Valeu um golo de Tiago Rocha em cima do apito final a colocar o marcador em três bolas de diferença, resultado que deixa tudo em aberto para o jogo da segunda mão, a disputar quinta-feira no Dragão Caixa (21 horas, transmissão no Porto Canal).

45.ª vitória na carreira, 2.ª esta época - Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o GP do Canadá, sétima prova do Mundial de Fórmula 1, ficando a apenas nove pontos do líder do campeonato, o alemão Nico Rosberg. O campeão do Mundo, que conseguiu a pole, até arrancou mal, mas beneficiou de ter feito menos uma paragem que Vettel, para arrebatar pela 5.ª vez a proa no Canadá. Vettel fez 2.º, Bottas fechou o pódio, enquanto Rosberg foi apenas 5.º. No Mundial, Hamilton passou a ter 107 pontos, menos nove do que o seu companheiro de equipa, Nico Rosberg (quando há um mês estava a 43 pontos do alemão).

Balão de Oxigénio para os Cavs? - Draymond Green, o faz tudo dos Warriors (defende, ressalta, ataca, comando o jogo, actua em várias posições), foi suspenso por 1 jogo falhando assim o 5.º encontro da final da NBA frente a Cleveland. O SF/C teve uma altercação com LeBron James e a NBA após visionar o vídeo considerou que devia ter sido com uma falta antidesportiva, e como Green já tinha sido penalizado por três vezes por faltas antidesportivas nos ‘play-off’, a quarta falta supõe uma suspensão automática de um encontro.

Etiquetas: , , ,