Fernando Santos é o 9.º seleccionador mais bem pago no Euro'2016; Espanyol aposta em ex-treinador do Benfica; Agger diz "Adeus" aos 31 anos

Imagem: Daily Mail
Surpreende que Hodgson tenha um salário superior a Low, mas a relação ordenado-qualidade nem sempre é racional.

De acordo com os dados do Daily Mail, Fernando Santos é o nono seleccionador mais bem pago entre os que estão presentes no Euro'2016. O timoneiro de Portugal aufere 1,2 milhões de euros anuais e está num restrito lote de nove seleccionadores que ganha 1 milhão/ano ou mais. No topo da lista aparece o seleccionador inglês, Roy Hodgson, que recebe 5 milhões de euros anuais. Antonio Conte (Itália) com 4,6 milhões e Fatih Terim (Turquia) com 3,5 milhões completam o pódio. Vicente del Bosque, que orienta a Espanha e é o campeão em título, tem um salário anual de 3 milhões de euros e o atual campeão do Mundo Joachim Low (Alemanha) ganha 3,2 milhões. Destaque ainda para Leonid Slutsky, que não tem qualquer vencimento. O seleccionador russo, que também orienta o CKSA, aceitou o cargo sem salário na sequência do despedimento de Fábio Capello, que obrigou que a Rússia tivesse de pagar 15 ME de indemnização. 

Quinta passagem pela La Liga depois de ter assumido o Getafe, Valência, Atlético de Madrid e novamente o Getafe - Quique Flores, técnico que, na temporada 2008/09, orientou o Benfica, é o novo treinador do Espanyol de Barcelona. O espanhol na época passada esteve à frente do Watford, da Premier League, mas apesar da boa campanha foi afastado pela direcção. No emblema da Catalunha vai substituir Constantin Gâlca.

Ainda na semana passada foi associado ao Fenerbahçe e Besiktas - Daniel Agger, um dos últimos bons centrais do Liverpool, decidiu retirar-se do futebol aos 31 anos. O defesa dinamarquês nas últimas duas épocas representou o Brøndby, depois de ter estado 9 anos no Liverpool. Pela selecção da Dinamarca somou 12 golos em 71 jogos.

Etiquetas: ,