LeBron dá o título a Cleveland; Warriors fazem história pela negativa

Histórico! Primeira vez que uma equipa vence o título depois de estar com uma desvantagem de 1-3; É o primeiro título de sempre dos Cavs e o fim de um jejum para Cleveland que dura desde que os Browns tinham vencido a NFL em 1964. E se dúvidas havia, LeBron demonstrou que é ainda de maneira indiscutível o melhor da actualidade. O King, que teve um ajuda incrível de Irving (claramente o Joker destas finais), conseguiu finalmente o que mais desejava e disse presente com um triplo-duplo no jogo decisivo (apesar de não ter estado bem no lançamento). Uma noite de festa para os Cavs e de pesadelo para os Warriors, que depois de uma época regular épica vacilaram quando tinham o pássaro na mão, e sendo certo que vai ficar a ideia de que se Green não é suspenso podiam ter fechado isto nos 4-1, a verdade é que entraram na história pela negativa, tendo Curry sido a figura desse desaire com um jogo muito irregular, com 4 turnovers, alguns em momentos importantes, e apenas 6 em 19 nos lançamentos. 

Os Cleveland Cavaliers sagraram-se campeões da NBA, depois de derrotarem os Golden State Warriors na negra, por 93-89. A partida foi sempre extremamente equilibrada, com imensas viragens de marcador, mas os Warriors com uma ponta final de primeira parte melhor, chegaram ao intervalo a vencer por 7 pontos. Na segunda parte, os Cavs conseguiram reduzir a vantagem cedo e levaram o jogo empatado a 89 para o último minuto. Aí apareceu Kyrie Irving com um triplo espetacular a sentenciar o jogo. LeBron foi para a linha logo a seguir e meteu um dos lances livres, colocando em duas posses a vantagem dos Cavs. Golden State tentou forçar o triplo, mas não foi bem-sucedido e o encontro acabou mesmo com o primeiro título dos Cleveland Cavaliers na história da NBA.

LeBron James (eleito o MVP das finais), que cumpriu a promessa de voltar a casa para oferecer um título à cidade, juntou-se ao clube dos jogadores que fizeram triplos-duplos em jogos 7 e está agora a apenas 1 de Magic Johnson em TDs em finais, com 7. O King, apesar de menos inspirado no lançamento do que nos dois jogos anteriores, fez 27 pontos, 11 ressaltos, 11 assistências, mas acima de tudo acrescentou defesa, com 3 grandes blocos, em especial o último já no final, em que tira 2 pontos fáceis a Iguodala com um abafo espetacular. Irving voltou a ser o seu escudeiro, com 26 pontos e o triplo que decidiu o jogo, Love acrescentou aos 9 pontos, 14 ressaltos, já JR Smith marcou 12, mas quase todos no momento mais importante quando parecia que os Warriors iam disparar no marcador. Do lado dos Dubs, Draymond apareceu a nível MVP com 32 pontos (11-15 de lançamentos e 6 triplos convertidos em 8), 15 ressaltos e 9 assistências, mas Curry (17 pontos) e Klay (14) não estiveram à altura, tal como Ezeli que esteve desastrado.

Etiquetas: