100

Nani vai atingir hoje hoje as 100 internacionalizações pela selecção AA de Portugal no jogo frente à Croácia. Um número que o coloca como o 4.º mais internacional de sempre, estando apenas a 10 de igualar Fernando Couto no pódio dos jogadores que mais vezes envergaram a camisola das quinas. São quase 10 anos a representar a selecção ao mais alto nível, com participação activa em 3 europeus e 1 mundial.

O jogador do Fenerbahçe consegue esta marca antes dos 30 anos e numa Era em que lidou com a concorrência de Cristiano Ronaldo, Quaresma ou Simão, ou seja, dada a presença do madeirense (que só recentemente passou mais para o meio), durante cerca de 8 anos só havia uma vaga "disponível" nas alas, e mesmo assim conseguiu chegar, até com "facilidade", aos 100 jogos.

Apesar deste feito, fica a ideia que não é devidamente valorizado em Portugal, havendo mesmo quem pedisse a sua saída do 11 de Fernando Santos ou até a exclusão deste Europeu. Todavia, todos os seleccionadores que têm passado pela equipa das quinas sabem a importância de Nani, sendo um virtuoso que não descura as obrigações tácticas a que está sujeito qualquer jogador no futebol moderno e alguém que se adapta a qualquer função do meio-campo para a frente. Actualmente, o seu estilo mais pausado e menos electrizante de outrora acabam por passar a ideia de que está acabado, mas Nani tem sabido responder neste Europeu da melhor maneira, contribuindo com dois golos até ao momento e sendo associado a algumas equipas fortes do futebol europeu. Por fim, importa ainda realçar o bom entendimento que existe com Ronaldo, algo sempre importante, sendo expectável que Nani ainda possa engordar mais os seus números na Selecção nos anos de carreira que ainda lhe restam.

Etiquetas: