Todos contra o Tubarão

A partir da próxima sexta feira, e até 29 de Maio, está na estrada a 99ª edição do Giro de Itália, num percurso já muito longe das loucuras do ex-diretor Zomegnan que inclui apenas duas etapas de verdadeira alta montanha, quatro de média montanha, um CR individual de 40km, uma cronoescalada, e um prólogo de 9,5km a abrir a competição na Holanda.

Quanto aos favoritos, esta é uma edição marcada à partida pela seguinte questão: o favorito vai cumprir? É que, de há três anos para cá, a prova tem confirmado a vitória do principal favorito. Vincenzo Nibali em 2013, Nairo Quintana em 2014 e Alberto Contador em 2015. 

Ora, em 2016 a dúvida principal é mesmo essa, perceber se o Tubarão, que tenta o bis, mantém a regra das últimas edições. Apesar de ser difícil destrinçar o favoritismo entre V. Nibali (Astana), M. Landa (Sky) e A. Valverde (Movistar). É que Landa está a construir um caminho bem calmo mas talvez mais sólido para poder discutir a corrida, ao contrário do que aconteceu com os anteriores grandes líderes da Sky em Itália (Wiggins e Porte). De facto, a época de 2016 de qualquer um dos três corredores parece a acalmia antes do furacão. Nibali, na teoria o alvo a abater, começou 2016 a um bom nível vencendo em fevereiro no Omã, mas foi talvez o principal prejudicado pelo cancelamento da chegada em alto no Tirreno-Adriatico, e terá quebrado propositadamente a sua forma fazendo agora um lento crescendo para surgir fresco no seu principal objetivo da época. Landa teve um período de treino particularmente longo nas Canárias, começando a sua temporada bastante tarde, mas surgindo já a bom nível no País Basco e vencendo a Volta a Trentino frente a corredores com bastante mais ritmo de competição. Valverde teve também muito discreto neste início de 2016, evitando o ritmo elevado das corridas World Tour, fazendo um ligeiro interregno para deixar a sua marca nas Ardenas no já seu Mur de Huy. Ou seja, ainda não vimos este ano o Nibali do Tour de 2014, o Landa do Giro de 2015 ou o Valverde super dominador. Mas esperamos que tal signifique que todos eles exibirão o seu melhor nível nas estradas italianas quando se definir este Giro.

Ainda assim não será nada fácil as três principais figuras ocuparem o pódio em Turim. Tom Dumoulin (Giant - Alpacin), Rigoberto Úran (Cannondale), Ilnur Zakarin (Katusha) e Rafal Majka (Tinkoff) são corredores de grandes credenciais e candidatos ao pódio, não obstante Zakarin estar a fazer uma abordagem ao Giro bastante fora do comum, com já muitas, talvez demasiadas, corridas efetuadas a muito bom nível.

Um degrau abaixo no favoritismo estarão nomes como D. Pozzovivo e J-C Péraud (AG2R) ou J.E. Chaves (Orica), e depois Hesjedal (Trek), Taaramäe (Katusha) ou Kruijswijk (LottoNL).

Quanto às equipas que acompanham os favoritos, vantagem clara para Zakarin que contará com os seus 17 colegas de equipa divididos pela Katusha e pela Gazprom-RusVelo. De resto, a Astana parece ter a melhor equipa mas ainda assim uns furos baixo do que apresentou em 2015 para vender muito cara a vitória a Contador.

Entre os sprinters, M. Kittel (Etixx) e A. Greipel (Lotto-Soudal) são os grandes nomes do cartaz, que terão a concorrência feroz dos italianos S. Modolo (Lampre-Merida), G. Nizzolo (Trek), Viviani (Sky), e S. Colbrelli (Bardiani), do jovem C. Ewan (Orica-GreenEdge), e do jovem e italiano J. Mareczko (Wilier-Southeast). Já a presença portuguesa resume-se a André Cardoso (Cannondale) que nos tem habituado a muito boas prestações a rondar o top 20 em provas de 3 semanas, mesmo trabalhando normalmente para os seus líderes.

Visão do Leitor (perceba melhor como pode colaborar no VM aqui!): Luís Oliveira

PS: Está disponível em www.velogames.com, um Fantasy Game do ciclismo, a já habitual liga privada do Visão de Mercado para o Giro. O objetivo é recolher o maior número de pontos com os 9 elementos escolhidos dentro do orçamento. Para tal é necessário antecipar quem terminará nos primeiros lugares na classificação geral, montanha, por pontos e também nas diferentes etapas. Os dados da liga são: League Name: Visão de Mercado;
League Code: 04101625

Etiquetas: