OFICIAL: José Peseiro deixa o FC Porto

Inevitável? Foi um regresso a Portugal para esquecer. Somou 8 derrotas em apenas 21 jogos - algo impensável mesmo tendo assumido a equipa a "meio da viagem", o futebol nunca encantou, muito menos deu segurança (quase todos os encontros foram "tremidos") e não conseguiu salvar a época na Taça de Portugal, que a partir de uma fase passou a ser o único objectivo, o que permitiu que tivesse margem para fazer a preparação necessária. Mesmo a nível individual, apesar da boa exibição de André Silva no Jamor, nenhum jogador cresceu no seu comando, e muitos até perderam cotação, principalmente os alas (Corona e Brahimi nos últimos meses pouco acrescentaram), e os elementos do centro da Defesa, que ganharam praticamente o rótulo de jogadores de "distrital", quando no tempo de Lopetegui, apesar das limitações, pelo menos conseguiam cumprir.

O FC Porto comunicou à CMVM que chegou a acordo com o treinador da equipa principal de futebol, José Peseiro, para a cessação do seu vínculo contratual no final da presente época desportiva. Peseiro, que tinha mais um ano de contrato, assumiu o comando técnico dos azuis e brancos apenas em Janeiro mas não resistiu aos maus resultados e nem 6 meses durou no Dragão. Recordamos que Pinto da Costa tinha assumido que Peseiro ia continuar no comando dos azuis e brancos em 2016-17, mas acabou por acontecer o que já se esperava, a saída do antigo treinador de Sporting, Nacional ou Braga.

Etiquetas: