Van der Wiel deixa PSG; Arsenal ultrapassa Tottenham (que foi humilhado pelo Newcastle); City garante acesso à Champions; Leicester com mais 10 pontos que o 2.º; Brambilla segura rosa

Por onde passa o futuro do holandês? Está longe de pertencer ao topo na posição de lateral direito (Aurier sentou-o facilmente e recuperou o lugar depois daquelas polémicas declarações) mas ainda assim tem nível para jogar em clubes com alguma dimensão (está a ser associado a emblemas como a Juventus, o West Ham ou o Mónaco).  

Gregory Van der Wiel está de saída do PSG. O lateral direito holandês de 28 anos, que foi quase sempre segunda opção de Blanc, termina o contrato no final da temporada e não vai renovar pelo emblema parisiense.

Tottenham nem com um campeonato de sonho consegue ficar à frente do Arsenal; Spurs humilhados por um Newcastle já despromovido; Corredor da glória para Ranieri em Stamford Bridge; City dá presença na Champions a Guardiola - Ainda não foi desta que o Tottenham acabou um campeonato à frente do Arsenal desde que Wenger treina os Gunners. A equipa de Pochettino foi humilhada por 5-1 pelo Newcastle (Wijnaldum marcou, Mitrovic também mas foi expulso novamente) e viu os rivais (que bateram o Villa por 4-0 com hat-trick de Giroud e um golo de Arteta na despedida) chegarem ao segundo lugar, a 10 pontos do campeão Leicester. Os Foxes empataram, frente ao Chelsea, no adeus a um ano de glória, com Ranieri a ser recebido heroicamente. O jogo terminou com um empate 1-1, com golos de Fàbregas, de penalty, e de Drinkwater. Na luta pela vaga na Champions, o City levou a melhor e garantiu o quarto lugar, tendo empatado 1-1 frente ao Swansea (Iheanacho e Ayew). O United viu o seu jogo com o Bournemouth adiado por ameaça de bomba e viu o Southampton passar para a frente provisoriamente com uma goleada de 4-1 ao Crystal Palace. Nos restantes jogos, o Liverpool empatou 1-1 com o WBA, o Everton bateu o Norwich por 3-0, o Stoke deu a volta ao West Ham e ganhou por 2-1, num jogo que fez cair os hammers para o 7º lugar. Nota ainda para o empate a 2 entre Watford e Sunderland.

Chuva prejudicou o CR dos principais favoritos; Landa, que na teoria hoje ia perder tempo, teve um excelente dia, tendo ganho tempo à maior parte dos rivais; Já Zakarin, um dos principais favoritos para esta jornada, devido às quedas, perdeu a oportunidade de chegar à rosa - Na 9.ª etapa do Giro de Itália, Primoz Roglic, da Jumbo, venceu o contra-relógio individual, isto quando já tinha ficado em segundo no crono de 10 km que abriu a prova. Na geral, Brambilla (Etixx) manteve a liderança sobre Jungels (Trek) por apenas um segundo, mas o grande destaque foi Landa, da Sky, que fez um tempo claramente acima das expectativas. Por outro lado, Nibali, Valverde e Kruijswijk ficaram próximos, Amador teve uma excelente prestação, enquanto que Zakarin (começou bem, mas a troca de bicicleta e as quedas impediram-no de fazer um bom tempo), Uran (mais de 4 minutos de perda) e Pozzovivo foram alguns dos principais derrotados. Por fim, Dumoulin era o maior favorito neste dia, mas não conseguiu ganhar o tempo que se esperava à concorrência. Na geral Brambilla tem menos 1 segundo que Jungels, menos 32 que Amador, menos 51 que Kruijswijk, menos 53 que Nibali, menoss 55 Valverde, menos 58 que Dumoulin e menos 1'18 que Landa. Majka já está a 1'45 e Zakarin a mais de 2 minutos.

Etiquetas: , ,