Brendan Rodgers é o novo treinador do Celtic; Sporting diz que só contrata se vender jogadores e pelas claúsulas

O gigante de Glasgow é pentacampeão, algo que era quase "obrigatório" dado afastamento do Rangers, mas isso prejudicou a equipa e o campeonato, como se tem visto pelas participações do Celtic nas competições europeias. E passa por aqui um dos desafios do ex-Liverpool - melhorar o registo o Europeu (a equipa nos últimos 2 anos perdeu no playoff da LC), o outro, é responder ao regresso do Rangers ao principal escalão.

Brendan Rodgers vai ser o treinador do Celtic de Glasgow na próxima época, anunciou hoje o campeão escocês. O norte-irlandês, de 43 anos, que estava sem treinar desde que foi despedido do Liverpool, no passado mês de outubro, entra para o lugar do norueguês Ronny Deila que estava no clube de 2014.

Para mais tarde recordar? Os leões sabem que para alcançar o título precisam de manter os melhores, mas por outro lado também necessitam de equilibrar as contas (e sem ser Slimani, que tem uma cláusula acessível e que deve ser batida, o restante plantel, principalmente os que podem ser vendidos tem cláusulas "proibitivas"), ainda para mais depois de uma época de forte investimento (reforços, prémios de assinaturas e um aumento brutal da folha salarial) e em que praticamente não houve vendas (Cédric foi das poucas excepções, e saiu apenas por 5,5 ME) - O Sporting reiterou hoje que só existirão entradas no plantel de futebol se saírem jogadores, pelas cláusulas de rescisão estipuladas, e que Octávio Machado continuará como diretor-desportivo. "Existirão entradas de jogadores se se verificarem saídas de elementos do mesmo plantel e estas serão sempre pela cláusula de rescisão prevista nos respetivos contratos", referiu o clube leonino, em comunicado.

Etiquetas: ,