O N.º 18 do Visão de Mercado para o Euro'2016

Cédric nos últimos 10 jogos do Southampton só participou em 2 e Vieirinha não teve uma temporada particularmente feliz, o que faz com que a opção por alguém que acrescenta experiência, velocidade e uma dimensão competitiva incomparável à dos seus concorrentes (4 ligas Portuguesas, 2 ligas dos campeões entre outras) se torne natural, principalmente depois de voltar à competição para não mais largar a titularidade (já leva 3 meses a competir a alto nível).

Com Fernando Santos foram vários os regressos à selecção (Carvalho, Tiago ou Danny), e José Bosingwa, voltou para ser o dono do lado direito da defesa, muito embora o auge da sua carreira já tenha passado. O lateral foi titular, por exemplo, na decisiva recepção à Sérvia ou na deslocação a Erevan, mas a lesão que sofreu retirou-o das contas que pareciam restritas a Cédric, Vierinha, Cancelo e, no início da temporada, Semedo. Contudo, nos últimos meses tudo mudou. O lateral do Trabzonspor nos últimos 3 meses foi titular em 12 jogos consecutivos e passou a ser um nome a ter em conta. Bosingwa durante vários anos teve o estatuto de indiscutível na selecção nacional, mas os atritos com Paulo Bento, a somar a algumas lesões graves, afastaram-no da ribalta por mais de 3 anos. Num percurso peculiar (entre várias peripécias, passou, num espaço de apenas 12 meses, de titular na final da Champions para o despromovido QPR) o lateral (que começou a carreira no meio-campo) soma apenas 28 internacionalizações pela selecção A, número que não se coaduna com uma carreira de top e que fica inclusive abaixo de nomes como João Pereira (40 vezes internacional A). O agora jogador do Trabzonspor - clube onde proporcionou outro episódio insólito após ter rescindido - pode assim somar a sua 2.ª grande competição ao nível de selecções, para além de Atenas'2004, Euro sub-21 em 2004 ou Toulon 2001, torneio que foi conquistado por Portugal.

Os 23 do VM:
Baliza:
N.º 1: Patrício
N.º 12: Lopes
N.º 22: Eduardo

Defesa:
N.º 2: Cancelo
N.º18: Bosingwa

N.º 3: Pepe
N.º 4: Carvalho
N.º 13: Fonte
N.º 19: Semedo

N.º 5: Eliseu
N.º 21: Guerreiro

Meio campo:
N.º 6: Danilo
N.º 14: William

N.º 8: Moutinho
N.º 23: Adrien

N.º 10: André Gomes
N.º 16: João Mário

Ataque:
N.º 11: Rafa
N.º 15: Bernardo

N.º 17: Nani
N.º 20: Quaresma

N.º 7: Ronaldo
N.º 9: Éder

Etiquetas: