José Gomes eleito "Golden Player"; Ramírez fica livre; Trentin vence no Giro

Para jogar na equipa B já na próxima temporada (apesar de ainda ter idade de júnior não tem muita concorrência)? O avançado vem de um ano positivo na equipa júnior e este prémio só vem reforçar o estatuto do jogador (Nuno Gomes elogiou-o há poucos meses) na estrutura encarnada. A seu favor tem uma política de saltar escalões do Benfica (Sanches, João Carvalho ou Guedes estrearam-se a B sendo júniores de 1.º ano), ainda que o caso do avançado, pela sua estrutura física, possa deixar algumas reservas.

Sem surpresa, a UEFA atribuiu a José Gomes o prémio Golden Player que distingue o melhor jogador do Europeu de sub-17. O avançado do Benfica foi igualmente o melhor marcador da competição que consagrou Portugal, com 7 golos. Com este prémio, José Gomes junta-se assim a Miguel Veloso (vencedor em 2003) na lista de jogadores de portugueses que já arrecadaram o Golden Player. Gotze, Rooney, Cesc, Kroos, Bojan ou Sahin são alguns dos jogadores que também venceram este prémio.

Foi o reforço mais caro na história dos Saints mas não teve impacto e vai sair de borla - O Southampton anunciou a saída de Gastón Ramirez, que termina o contrato a 30 de Junho. O médio ofensivo, considerado o "Kaká do Uruguai", em 2012 custou 16 milhões de euros ao clube inglês mas não conseguiu impor-se, tendo sido emprestado nas duas últimas temporadas ao Hull City (2014/2015) e ao Middlesbrough (2015/2016).

A Etixx - Quick Step que desiludiu em Março/Abril, fase em que costuma ser mais forte, já vai na 4.ª vitória no Giro; Moser não conseguiu atenuar a sua crise e a da Cannondale - Matteo Trentin venceu a 18.ª etapa do Giro ao surpreender Moreno Moser. Numa jornada marcada por uma fuga, que chegou com menos 13 minutos que o grupo de favoritos, na parte final Moser e Brambilla destacaram-se, mas quando parecia que iam discutir a vitória apareceu Trentin do nada para os surpreender e roubar a etapa, agravando assim a crise da Cannondale, que tem tido uma época para esquecer e do próprio Moser, que era favorito e que assim deu sequência ao apagão que dura desde que brilhou em 2012-13. Na geral, Steven Kruijswijk, que voltou a controlar os adversários com uma facilidade surpreendente, continua de rosa. 

Etiquetas: , ,