Internacional português chorou no Adeus ao Sánchez Pizjuán; Panenka de Luca Toni interrompe sequência da Juventus; Vit. Guimarães regressa aos triunfos; União ainda não segurou a permanência; Cavs despacham os Hawks

Por onde é que passa o futuro do internacional português? Esta época só participou em 5 jogos, sendo que já não jogava desde Setembro.

Beto foi titular na derrota, em casa, do Sevilha frente ao Granada, por 4-1, e no final da partida despediu-se do Sanchez Pizjuán a chorar. O guardião, de 34 anos, que esta época passou a ser o 3.º guarda-redes do campeão da Liga Europa, depois de Rico e Soria, ainda tem mais um ano de contrato, mas na Andaluzia já dão como certa a sua saída.

Juve perde para a Série A 26 jogos depois (Luca Toni marcou na sua despedida); Nápoles e Roma vão discutir até ao fim a entrada directa na Champions; Fiorentina garante quinto lugar; Frosinone desce - Na penúltima jornada da Série A, a Juventus foi perder a casa do último, o Hellas Verona, por 2-1. Allegri deixou de fora do onze nomes como Buffon, Evra, Chiellini, Khedira ou Pogba de fora, e a verdade é que o jogo foi sobretudo a homenagem a um dos grandes nomes dos últimos anos no Calcio: Luca Toni, que disputou o seu último desafio como futebolista profissional. Aos 43', Alex Sandro comete penalty e o "bomber", à "Panenka", faz o 1-0 para a equipa que já sabe que jogará na Série B em 2016-2017. Na segunda parte, Viviani fez o 2-0 aos 55' e, já depois de Alex Sandro ter sido expulso, Dybala ainda reduziu para a Juve (17º golo do argentino na Série A). Em segundo segue o Nápoles, que foi ao terreno do Torino vencer por 2-1. Higuaín abriu o marcador aos 12' (soma já 33 tentos na prova), tendo Callejón aumentado a vantagem da equipa de Sarri pouco depois. Na segunda parte, Bruno Peres ainda reduziu mas não foi suficiente para evitar que o conjunto do Sul levasse os 3 pontos. Com menos 2 pontos, e portanto ainda a sonhar com o segundo lugar (que dá acesso directo à Liga dos Campeões) está a Roma, que bateu o Chievo por 3-0 (marcaram Nainggolan, Rudiger e Pjanic). Já a Fiorentina de Paulo Sousa empatou a zero com o Palermo (que por sua vez vai encarar a última jornada com 1 ponto de vantagem na luta pela manutenção sobre o Carpi,  que perdeu 3-1 frente à Lazio), garantindo assim o quinto lugar (ainda assim, péssima segunda volta dos viola). O Sassuolo regressou ao quinto lugar, voltando a ultrapassar o Milan, graças a uma vitória por 1-0 (golo de Politano) sobre o Frosinone, que assim está já matematicamente na Série B da próxima época. No dérbi de Génova, o Génova bateu a Sampdoria por 3-0 (bis de Suso e outro de Pavoletti) e, finalmente, Atalanta e Udinese (Bruno Fernandes não saiu do banco) empataram a 1 golo (marcaram Bellini e Zapata).

União da Madeira vai sofrer até ao fim; Vitória de Guimarães volta às vitórias 12 jogos depois - O Boavista bateu o União da Madeira por 1-0 no Bessa (golo de Zé Manuel depois de tremendo erro de Gudiño), o que faz com que a equipa de Norton de Matos leve até à última jornada a questão sobre a sua manutenção na I Liga. Com efeito, o União tem 29 pontos, os mesmos que o Vitória de Setúbal e mais 2 que o Tondela, bastando assim a madeirenses e sadinos um empate (respectivamente, frente a Rio Ave e Paços de Ferreira, duas equipas na luta pela Europa) para obterem a salvação. No entanto, se uma delas perder e o Tondela bater a Académica, essa equipa descerá. Nos outros jogos da tarde, o Vitória de Guimarães venceu o duelo minhoto frente ao Moreirense por 4-1 (Henrique Dourado abriu o marcador, Fábio Espinho ainda empatou mas na segunda parte João Teixeira, Stefanovic - na própria baliza - e o mesmo Dourado fizeram o resultado final), ao passo que na Madeira Nacional e Belenenses empataram a 2 golos (Soares inaugurou o marcador para a turma de Manuel Machado no primeiro tempo, aos 75' e 78' Tiago Caeiro e Filipe Ferreira deram a volta mas já nos descontos Rui Correia fez o 2-2 final).

Alguém vai conseguir travar os Cavs no Este? - Os Cleveland Cavaliers voltaram a derrotar os Hawks, desta feita por 100-99 e já estão na final da Conferência Este (8-0 até ao momento nos playoffs). A partida foi dividida, os Hawks foram a vencer por 2 para o intervalo, mas LeBron James decidiu no final. Com 97-96 no marcador favorável a Atlanta, o King colocou o resultado em 97-100 para os Cavs e, apesar de Schröder ainda ter reduzido, segurou a vantagem logo a seguir, numa reposição de bola ao ar com o alemão, depois de este ter demorado a decidir dentro do garrafão. Individualmente, destaque para o big-3 da formação de Ohio. Love marcou 27 pontos (acertou 8 triplos em 15 tentativas) e colecionou 13 ressaltos, LeBron (apesar dos 6 turnovers) voltou a estar perto do triplo duplo (21 pontos, 10 ressaltos e 9 assistências) e Irving juntou mais 21 pontos e 8 assistências. Do lado da equipa da casa, Millsap apareceu forte na primeira parte, mas perdeu fulgor, acabando com 19 pontos. No entanto, apareceu Dennis Schröder em grande no 4.º período para liderar a equipa em pontos (21, mais 6 assistências, dois roubos de bola e um bloco), relegando Teague (apenas 5 pontos) para o banco na fase decisiva.

Etiquetas: , , ,