Defesa apontado ao Benfica reforça Basileia; Ajax perde campeonato para o PSV; Kittel bisa no Giro; Lorenzo assume liderança no Moto GP

Autocarro do Ajax
Golpe de Teatro. O colosso de Amesterdão até já tinha tudo preparado para festejar.

O PSV conquistou o campeonato holandês, pela 23.ª vez, ao derrotar o Zwolle, por 3-1. O Ajax até chegou à última jornada na frente e só a depender de si para garantir o título, mas tropeçou na casa do penúltimo De Graafschap, num jogo em que até esteve a vencer, tendo o PSV aproveitado o empate a 1 do rival para celebrar o bicampeonato.

Foi apontado ao Barcelona e até dado como certo no Benfica, mas - Blas Riveros é oficialmente reforço do Basileia. O defesa esquerdo, de 18 anos, assinou pelo campeão suíço até 2021, numa transferência que rendeu quase 2 milhões de euros ao Olímpia, do Paraguai.

Neste momento em sprints puros, o alemão em 10 vence 10, tal é a superioridade que demonstra em relação aos rivais - Marcel Kittel venceu pelo 2.º dia consecutivo no Giro, assumindo assim a camisola rosa. Tal como na etapa 2 o alemão bateu os rivais ao sprint com mais de uma roda de diferença. Viviani fez 2.º, Nizzolo completou o pódio, num dia em que Peraud, 2.º classificado do Tour em 2014, abandonou devido a queda.

Em Moto 2 Miguel Oliveira conseguiu o seu melhor resultado ao completar a prova no nono lugar - Jorge Lorenzo venceu de forma categórica o Grande Prémio de França de Moto GP, aproveitando a queda de Marquez para subir à liderança do campeonato. O espanhol, que já tinha conseguido a pole dominou do principio ao fim, cruzando a meta com 10,654 segundos de vantagem sobre o segundo classificado, o italiano Valentino Rossi, colega de equipa na Yamaha. O terceiro posicionado, o espanhol Maverick Viñales (Suzuki), gastou mais 14,177 segundos para concluir a prova francesa, enquanto o compatriota Dani Pedrosa (Honda) foi quarto colocado, a 18,719 de Lorenzo. Já Marc Márquez, que caiu, foi apenas 13.º.

Etiquetas: , , ,