Carvalhal a uma vitória da Premier League; Anichebe fica livre; Karl-Anthony Towns eleito Rookie do Ano

Aconteça o que acontecer em Wembley, é já uma soberba temporada para o técnico português. O Sheffield subiu ao Championship em 2012 e desde aí nunca tinha feito melhor do que o 13º lugar, pelo que estar a lutar até ao fim pela subida é um grande feito. Sendo que hoje Carvalhal até foi bafejado pela sorte, já que a sua equipa foi completamente superada na fase inicial (poderia ter sofrido bem mais do que só um golo) e conseguiu marcar tendo feito pouco ou nada para isso.

Continua o sonho de Carlos Carvalhal e do Sheffield Wednesday. Os Owls (com Marco Matias e Lucas João sem sairem do banco) atingiram a final do playoff de promoção do Championship à Premier League, graças a um empate a 1 no terreno do Brighton depois de terem vencido em casa por 2-0 na passada Sexta-Feira. Empurrada pelo público, a equipa da casa protagonizou uma entrada em campo avassaladora, com enorme intensidade e dinâmica ofensiva, algo que gerou uma avalanche de remates (10 só nos primeiros 19 minutos) e de oportunidades de golo, sendo sem surpresa (e de forma já algo tardia para tanta superioridade) que Dunk inaugurou o marcador aos 19'. No entanto, aos 28' e quando os visitantes praticamente não tinham atacado, Wallace cruza da direita mas ninguém desvia a bola que acaba por trair o guardião local e fazer o 1-1. A partir daqui, o Brighton continuou a ser superior, mas já sem o ânimo da parte inicial, conseguindo o Sheffield gerir melhor o jogo até à parte final do mesmo. Carvalhal fica agora à espera de adversário para a final de dia 28 em Wembley, o qual deverá ser o Hull, já que bateu na primeira mão, fora, o Derby County por 3-0 (a eliminatória decide-se amanhã).

Há 3 anos juntou-se aos Baggies a troco de 8 milhões de euros - Victor Anichebe anunciou que vai deixar o West Bromwich Albion (WBA), clube com o qual tinha contrato até junho. O avançado, de 28 anos, esta época participou em 14 jogos mas não conseguiu marcar.

Esperado - Está atribuído o último prémio da temporada regular da NBA, com Karl-Anthony Towns a vencer o de rookie do ano. Numa votação unânime (o quinto desde 1984), o poste dos Minnesota Timberwolves sucedeu assim ao seu companheiro de equipa Andrew Wiggins. Um prémio mais do que justo e esperado da pick n.º 1 do draft de 2015, que liderou os rookies em termos de pontuação e ressaltos, tendo ainda conseguido o terceiro registo de duplos-duplos (52) em toda a Liga, além de ter sido um dos únicos 6 jogadores a ser titular nos 82 jogos. Towns superou a concorrência de Kristaps Porzingis (New York Knicks) e Nikola Jokic (Denver Nuggets), segundo e terceiro respectivamente. Noutro âmbito, os Indiana Pacers estão próximos de confirmar Nate McMillan como treinador principal, que assim é promovido do seu antigo posto de adjunto, substituindo Frank Vogel, que saiu (de forma algo inesperada) após a eliminação na 1.ª ronda dos playoffs diante dos Toronto Raptors.

Etiquetas: , ,