Florentino pretende Ronaldo no Real até aos 35 anos; Conor McGregor anuncia retirada; Valverde é o Rei da La Flèche Wallonne (Rui Costa fez 10.º)

A sua saída no final da época já foi dada como certa, mas agora a imprensa espanhola revela que Cristiano Ronaldo pode continuar no Real Madrid até aos 35 anos. De acordo com El Confidencial, o Real Madrid pretende que o português renove o seu contrato por mais dois anos, ou seja, o goleador português está ligado aos «merengues» até 2018 e se aceitar ficaria no Real até 2020. Uma decisão de Florentino que tem como base a recusa do Bayern em vender Lewandowski. Deste modo, quando Ronaldo terminasse o contrato o internacional português teria 35 anos. No que diz respeito aos valores do novo contrato, o jornal espanhol garante que são astronómicos.

Demasiado "fácil" para o espanhol, que passa a ser o único na história com 4 vitórias nesta Clássica - Alejandro Valverde venceu pelo 3.º ano consecutivo a La Flèche Wallonne (4.ª vez na carreira). O espanhol, da Movistar controlou todos os adversários no Muro de Huy (inclusive chegou a liderar o grupo) e até com alguma facilidade bateu os Ettix Alaphilippe (2.º pelo 2.º ano consecutivo) e Daniel Martin. Poels, da Sky, foi 4.º, enquanto que o vencedor da Amstel Enrico Gasparotto fechou o Top 5. A corrida, como se previa, acabou por ter pouco interesse, com um grupo de praticamente 90 unidades a chegar ao Muro de Huy, nessa fase Purito esboçou um pequeno ataque, Daniel Martin respondeu e Valverde, sempre tranquilo, aproveitou a roda do irlandês para disparar até à meta. Rui Costa, que esteve sempre bem colocado, fechou em 10.º, o seu melhor resultado na 2.ª clássica das Ardenas.

Brincadeira, marketing, uma forma de exigir mais dinheiro ao UFC ou é mesmo o Adeus? - Conor McGregor retirou-se das MMA. Ou talvez não. O lutador irlandês publicou um tweet em que afirmava querer retirar-se ainda jovem, concluindo com uma espécie de "adeus". Embora a mensagem não seja explícita, as repercussões foram globais e parece haver unanimidade quanto ao seu conteúdo, até porque o treinador de McGregor disse algo como "foi bom enquanto durou". Conhecido pelas declarações bombásticas, há quem acredite que esta se trata de mais uma manobra de diversão, no seguimento de alguma controvérsia após a morte do lutador português, João Carvalho, numa luta presenciada por McGregor. Para já, a única certeza é de que o combate frente a Diaz foi cancelado, e de que o título de FW não ficou sem dono oficial.

Etiquetas: , ,