Domingos Quina reforça West Ham (OFICIAL); Blanc vai continuar no PSG; Pacers empatam; Blazers e Hornets reduzem, Thunder ampliam

Boa opção? Os Hammers nas últimas duas décadas lançaram vários jovens na equipa principal. 

Domingos Quina, médio de 16 anos, que há 3 épocas deixou o Benfica para se juntar ao Chelsea, é oficialmente reforço do West Ham. O médio, internacional sub-17 por Portugal, que promete ser uma das sensações do próximo Europeu, também era cobiçado por outras equipas de Top em Inglaterra, e até chegou a ser dado como certo no Arsenal, mas optou por vincular-se ao West Ham. Quina, que há muito é considerado uma das principais promessas do futebol português, actua preferencialmente a 10. Recordamos que esta semana os Hammers também contrataram o jovem Toni Martínez ao Valencia.

Nos últimos dias, na sequência do fracasso da Champions, Mourinho foi colocado na rota dos parisienses, mas ainda não é desta que o português ingressa na Ligue 1 - Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG, assegurou a continuidade de Laurent Blanc no comando técnico da equipa na próxima temporada. «Renovámos o contrato por mais dois anos e o treinador vai ficar na próxima época», disse o milionário depois da conquista da Taça da Liga.

Hornets quebraram 'jejum' de 14 anos nos 'play-off'; Dupla McCollum-Lillard marcou 59 pontos; Deron Williams só durou 89 segundos na derrota dos Mavs; Mahinmi surpreende com 22 pontos e 10 ressaltos - Os Pacers igualaram a série (2-2) frente aos Raptors, depois de vencerem em casa por 100-83. A formação de Indiana dominou o jogo todo, aproveitando mais uma vez o desacerto de Lowry (12 pontos) e DeRozan (apenas 8 pontos). Do lado dos homens da casa foi Mahinmi a grande figura, que conseguiu 22 pontos (máximo de carreira) e 10 ressaltos, com George Hill também a acrescentar 22 pontos. Do lado da turma canadiana, foi Valanciunas (que tem sido o elemento mais consistente) o melhor, com 16 pontos. Já os Hornets conquistaram o primeiro triunfo dos últimos 14 anos nos playoffs, derrotando os Heat por 96-80 e reduzindo a série para 2-1. Charlotte teve 6 jogadores na casa das dezenas (Lin marcou 18, Kemba Walker 17), enquanto que Miami esteve muito mal no ataque, tendo Deng (que tem jogado muito bem) sido o melhor marcador com 18 pontos (Whiteside fez 13 pontos e 18 ressaltos). Quem conseguiu uma vantagem importante na eliminatória foram os Thunder (3-1), que voltaram a vencer em Dallas, desta vez por 119-108. A formação de OKC, depois de um grande primeiro período (33-18), só teve de controlar até final. Kanter saiu do banco para apontar 28 pontos, enquanto que Westbrook fez 25 pontos e 15 assistências. Do lado da formação texana, Nowitzki fez 27 pontos e Felton 19 pontos e 11 assistências. Destaque ainda para a lesão de Deron Williams nos minutos iniciais e expulsão de Durant já perto do final. No último jogo da noite, os Trail Blazers conseguiram o primeiro triunfo nestes playoffs, derrotando em casa os Clippers por 96-88 (está 2-1). Lillard marcou 32 pontos, enquanto que o seu companheiro e MIP McCollum acrescentou 26 pontos, havendo ainda destaque para Mason Plumlee que fez 6 pontos, 19 ressaltos e 9 assistências. Do lado de LA, Chris Paul voltou a ser melhor (26 pontos), com um bom contributo de Jamal Crawford (19 pontos). No entanto, Redick (apenas 5 pontos) e Blake Griffin (12 pontos) não estiveram no seu melhor.

Etiquetas: , ,