O avançado que marca (e assiste) mais que Messi e Ronaldo

"Não discordo quando dizes que o Ronaldo e o Messi estão noutro nível. Porque é óbvio. Mas... sabes quem é o Luís Suárez?" É apenas o melhor ponta de lança do mundo.

O Cristiano Ronaldo jogou em Manchester 6 anos. Sabes de quem é o recorde de golos num mês? Luis Suarez, com 10. Único na história da liga. Recorde. Quem é jogador mais rápido a chegar aos 20 golos numa Premier League? Suárez, em 15 jogos. Suárez é ainda o único que tem um título pela seleção, uma Copa América. Olhando para a média de golos pelas respectivas selecções, Ronaldo marcou 56 golos em 125 jogos (média de 0,448 golos por jogo), Messi apontou 66 tentos em 130 jogos (média de 0,507 golos por jogo e Suárez fez o gosto ao pé por 45 vezes em 84 desafios (0,536 golos por jogo).

Isto são números. Apenas números. E cada um usa os números que mais jeito lhe dá. Mas o que se segue não são meros algarismos: O Ronaldo jogou no Sporting, Man. United. Real. Tirando o primeiro, porque não foi durante um espaço de tempo considerável, jogou em equipas que lutavam para serem campeãs. E com uma qualidade incrível em seu redor. Por seu turno, o Messi é um protegido em Barcelona. A equipa joga à sua imagem, da forma que melhor o caracteriza. Em posse, com mobilidade máxima. O jogador perfeito na equipa perfeita. Ronaldinho, Deco, Eto’o, Ibra, Henry, Alexis, Villa, Pedro, Iniesta ou Xavi foram ou são alguns dos colegas de equipa do argentino.

Já Suárez jogou, na Europa, no Groningen, Ajax, no Liverpool e agora no Barcelona. Nunca vi ninguém dominar a liga holandesa como ele. Era surreal. Sabes o que era o Liverpool antes do Suárez aparecer? Era uma equipa perdida. Sem fio de jogo. Uma equipa que dificilmente lutava por alguma coisa. E o Suárez chega e torna-se numa referência. Numa equipa onde jogava o Gerrard. Mas também jogava o Andy Carroll, o Raul Meireles e o Joe Cole. Não há comparação possível. Ao fim de algum tempo tinhas o Liverpool a jogar futebol. E o Suárez foi o melhor marcador da Europa, empatado com o Ronaldo. O Liverpool passou de oitavo para segundo classificado, não sendo campeão por azar. Nesse ano nenhum jogador no mundo esteve em tantos golos como o Suárez. O uruguaio foi o melhor marcador da liga, e o jogador que fez mais assistências. Algo que o Ronaldo e o Messi nunca fizeram. Porque? Porque são estrelas, ao contrário de Suárez que foi rei e senhor da Premier League mas não havia nenhum jogador na liga que corresse mais do que ele. Que trabalhasse mais do que ele. E isto é a essência do meu melhor do mundo. Alguém que deixa tudo em campo, por mais recordes que tenha. E isso, nenhum dos outros dois senhores o faz. Pelo menos não como ele.

E o Liverpool de 2013/14? Vê como é que ele jogava. E vê como ele joga agora. Não é em nada parecido, nada mesmo. Ele teve de mudar por completo o chip para se enquadrar na equipa do Barcelona. Porque não ia ter a equipa a jogar para ele. A equipa é do Messi, joga para o Messi, joga como o Messi gosta de jogar... e sabes que mais? Neste momento sabes quem é o melhor marcador do Barcelona? Luís Suárez. Porque ele é isto. É lutar até ao fim, é verter lágrimas, jorras sangue e transpirar até à última gota de suor. É ter raiva. É Ser paixão. É ser o meu melhor do mundo. Não precisa de ser o teu. Nem de mais ninguém. Mas é o meu, e isso deixa-me mais do que satisfeito.

Visão do Leitor (perceba melhor como pode colaborar com o VM aqui!): André Sousa


Etiquetas: