Sakho coloca Ben Arfa à frente de Messi e Ronaldo; Pinto da Costa reeleito com 79% dos votos; Bernardo Silva marca pelo Mónaco; Brocchi entra a ganhar

Ficou sempre a ideia que o craque do Nice passou ao lado de uma grande carreira, veremos se, impulsionado por esta excelente temporada, ainda vai a tempo de ganhar outro estatuto, isto numa fase em que tem sido apontado ao PSG.

Mamadou Sakho, central do Liverpool revelou, numa entrevista que Ben Arfa foi o adversário mais dificil que teve pela frente, colocando o actual médio ofensivo do Nice à frente de jogadores como Ronaldo ou Messi, que nos últimos anos tem sido os melhores do Mundo. "Já joguei contra Messi e Ronaldo, talvez não estivessem no melhor momento de forma contra mim, mas o adversário com que fiquei mais impressionado foi Hatem Bem Arfa no Lyon. Aquilo que ele consegue fazer em campo é excecional", afirmou Sahko, em declarações ao Bein Sport. O defesa dos Reds abordou, ainda, as hipóteses da seleção francesa no Campeonato Europeu, que espera que seja “muito entusiasmante”. "Não vamos simplesmente jogar. Queremos que o troféu permaneça em França. A nossa força é o nosso coletivo, temos jogadores que estão dispostos a sacrificar-se pela equipa", promete”.

Surpreende o elevado número de votos nulos. Em 2013 PdC tinha sido reeleito com 99,13% dos votos, o que demonstra que perdeu crédito nos últimos 3 anos - Pinto da Costa foi reeleito presidente do FC Porto - 34 anos depois de ter ganho as eleições pela primeira vez - somando 79% dos votos válidos. 2403 sócios exerceram o direito de voto, o que significou um aumento de afluência de quase 91% relativamente às eleições de 2013. Ainda assim, este acabou por ser o triunfo mais magro do líder dos dragões desde  a sua primeira eleição em 1982, precisamente há 34 anos.

Bernardo Silva, Ricardo Carvalho e Hélder Costa foram titulares na equipa de Jardim, Ivan Cavaleiro entrou em cima dos 90, enquanto Moutinho não saiu do banco - O Mónaco venceu um desamparado Marselha por 2-1 no Stade Louis II e voltou à vice-liderança da Ligue 1, aproveitando o empate do Lyon. A formação do Principado jogou na expectativa, oferecendo a bola aos marselhes, mas dispôs de mais e melhores oportunidades. Bernardo Silva, o melhor em campo, fez o primeiro a passe de Dirar, na segunda parte Raggi, assistido por Fabinho, aumentou a vantagem, com Batshuayi a reduzir já nos descontos.

O quinto lugar da Fiorentina continua a 7 pontos - O AC Milan, na estreia do novo treinador, Cristian Brocchi, deslocou-se a Génova para vencer a Sampdoria por 1-0. Bacca, no minuto 71, assistido por Bonaventura, fez o único golo do encontro. Partida que fica marcada pela excelente resposta da defensiva do Milan que soube resolver os problemas que os 3 elementos móveis da Samp (Ricky, Soriano e Quagliarella) criaram. Destaque ainda para Balotelli, que rubricou uma boa exibição.

Etiquetas: , ,