Ibrahimovic iguala os 30 golos de Jonas mas tem menos 15 pontos; Arouca afunda Briosa; Marítimo vence dérbi da Madeira (Edgar Costa marcou um golaço); Boavista empata em Guimarães; Valencia continua a perder

Super-época do sueco. São já 30 golos no campeonato - 38 em todas as competições. No entanto, na corrida pela Bota de Ouro, o sueco, apesar de ter o mesmo n.º de tentos de Jonas, só tem 45 pontos, menos 15 que o avançado do Benfica, já que o factor da Ligue 1 é apenas de 1,5 ao contrário da Liga portuguesa que multiplica os golos por 2.  

Depois de Jonas, Ibrahimovic tornou-se o segundo jogador a marcar 30 golos numa Liga europeia nesta época ao fazer um hattrick na vitória do PSG, por 4-1, frente ao Nice. David Luiz marcou o outro golo dos parisienses, enquanto que Ben Arfa, com um golaço, reduziu para a equipa de Ricardo Pereira (titular a defesa; já Wallyson só entrou na 2.ª parte). Nos outros jogos da Ligue 1, destaque para a vitória do Rennes (3-1 ao Stade de Reims com mais um bis do jovem Dembélé), que subiu, à condição, ao 3.º lugar.

André Gomes entrou aos 68 minutos, já Rúben Vezo não saiu do banco - No 1.º jogo sem Neville o Valencia aumentou a crise ao perder por 2-1 no terreno do Las Palmas. O ex-Benfica Rodrigo ainda colocou a nova equipa de Paco Ayestaran mas os locais por intermédio de Jonathan Viera e fruto de um auto-golo caricato de Mustafi deram a volta. Com esta derrota os Che caíram para o 15.º lugar, já o Las Palmas está em 11.º.

Adeus Europa para Vit. Guimarães (não vence há 2 meses) e Nacional (jogou 71 minutos contra 10)? - O Marítimo levou a melhor no derbi madeirense, perante o Nacional, vencendo por 2-0. Apesar da expulsão de Dyego Souza aos 19 minutos (falhará Alvalade), por uma agressão despropositada, os maritimistas conseguiram triunfar graças a um golaço de Edgar Costa (um dos golos do ano) e outro de Éber Bessa nos minutos finais, após uma jogada de contra-ataque conduzida por Fransérgio. Já no D. Afonso Henriques, o Vitória, que não vence há 2 meses (o jogos sem triunfar), empatou 1-1 com o Boavista, que, após perder um ponto nos minutos finais diante do Benfica, conquista outro em Guimarães. Ricardo Valente deu vantagem ao conjunto de Sérgio Conceição (assistência de Otávio), mas Vinícius restabeleceu a igualdade (mais um golo de canto sofrido pelo Vitória), numa partida onde a qualidade não foi muita.

A Briosa até surpreendeu com uma boa entrada, mas acabou por ser penalizada pelos erros defensivos - Na 28.ª jornada da I Liga, o Arouca recebeu e venceu a Académica por 3-2, consolidando assim o 5.º lugar. Já os Estudantes vão continuar mais uma jornada abaixo da linha de água. A formação de Gouveia até entrou bem no encontro, surpreendendo com as movimentações de Rafael Lopes e Marinho, mas foi Pedro Nuno, que subiu à titularidade devido à lesão de última hora de Fernando Alexandre, a abrir o activo. No entanto, o Arouca reagiu e, na sequência de dois cantos, deu a volta ao resultado. Jubal, aproveitando a passividade dos visitantes na grande área, fez o empate e depois foi Lucas Lima, num pontapé de ressaca, a colocar o conjunto de Lito Vidigal na dianteira da partida. Antes do final dos 45 minutos, o Arouca ainda fez o 3-1, com Artur a terminar uma brilhante jogada colectiva, onde ficaram expostas as debilidades de Rafa em termos defensivos. No 2.º tempo, Gonçalo Paciência, lançado aos 57 minutos, ainda reduziu aos 62', beneficiando de um erro de Hugo Basto, mas, até final, até foi Plange a negar o 4-2 aos arouquenses, que assim permanecem convictamente na luta pela Europa.

Etiquetas: ,