Escândalo em Inglaterra: Médico garante ter dopado jogadores do Chelsea, Leicester e Arsenal

Também há doping no futebol? O desporto rei, apesar de já ter tido alguns casos, tem passado entre os 'pingos da chuva' quando se trata de Doping.

Mark Bonar afirmou ter prescrito substâncias proibidas (EPO, hormonas de crescimento ou testosterona), a 150 atletas de topo, entre eles jogadores da Premier League, de clubes como o Arsenal, Chelsea, Leicester e Birmingham, a um jogador de críquete, ciclistas que foram à Volta à França e um campeão de boxe britânicos, além de tenistas e competidores de artes marciais. O médico foi apanhado através de uma câmara oculta, por um jornalista do Sunday Times, quando prescrevia uma receita ilegal a um falso atleta.

Com base nesta noticia o governo britânico ordenou hoje à Agência Antidoping do Reino Unido uma “investigação urgente” a Mark Bonar. O ministro britânico dos desportos, John Whittingdale, manifestou “profunda preocupação” com esta situação. A Agência Antidoping do Reino Unido também já admitiu que há dois anos recebeu uma denúncia contra o médico em causa mas que, na altura, entendeu que o caso estava fora da sua jurisdição.

Etiquetas: