Paços vendeu 60% do passe de Diogo Jota por apenas 66 mil euros; Warriors garantem 1.º lugar; Bulls e Rockets com pé e meio fora dos playoffs

Acabou por ser um péssimo negócio para os pacenses que assim vão receber menos de 3 milhões com a venda do médio ofensivo ao Atlético por valores a rondar os 6 ME.

O Paços de Ferreira vendeu 40% do passe de Diogo Jota a Jorge Mendes por apenas 35 mil euros. O acordo foi alcançado no dia 31 de Dezembro de 2014, segundo um contrato revelado pelo 'Football Leaks'. Recordamos que nessa altura o futuro jogador do Atlético de Madrid ainda tinha feito poucos jogos pela equipa principal, só a partir de Janeiro, apesar de ter a idade de júnior, se começou a afirmar. Nesse mesmo contrato é possível verificar que está incluída uma cláusula que obriga o Paços a vender Jota caso a Gestifute tenha uma proposta que considere suficientemente atractiva. Mas não foi só o super-empresário a ficar com uma parte do passe de Diogo Jota, também outra empresa de representação, a Pacheco & Teixeira, adquiriu 20% do jogador a troco de apenas 30.970 euros. Este acordo foi feito para saldar uma dúvida que o Paços tinha com esta empresa sediada no Porto. Ou seja, desta forma o Paços de Ferreira acabou por vender 60% dos direitos económicos de Diogo Jota por apenas 66 mil euros.

Campeões chegam às 70 vitórias, algo que só os Bulls tinham conseguido, sendo que ainda podem igualar ou superar o recorde de 72 do conjunto de Michael Jordan; Rockets (que o ano passado foram à final do Oeste) e Bulls (que na teoria eram os principais rivais dos Cavs no Este) devem ir de férias mais cedo - Os Warriors, desta vez mais soltos e intensos, algo que não se tinha verificado nos últimos jogos, derrotaram os Spurs, por 112-101, resultado que permite garantir já o 1.º lugar na fase regular. Em Oakland, no 3.º jogo entre os 2 favoritos no Oeste e ao próprio título da NBA, a equipa da casa (que agora vence este duelo particular por 2-1) ganhou logo uma margem de 5 pontos no 1.º período e depois, como tem sido habitual quando está na frente, foi consolidando essa vantagem até final. Curry, com 27 pontos, foi o melhor marcador. Barnes também se destacou com 21 pontos e 8 ressaltos. Do lado dos Spurs, Leonard marcou 23 mas ao contrário do jogo 2 entre estas duas equipas houve menos LaMarcus Aldridge (apenas 11 pontos). Nas outras partidas da noite, destaque para a surpreendente derrota caseira dos Rockets frente aos Suns (115-124). Frente a uma das piores equipas da NBA, a equipa de Houston até teve uma margem confortável no marcador mas foi permitindo cestos fáceis ao adversário e do nada viu-se com uma desvantagem que foi impossível de anular. Com esta derrota a equipa de Harden só com um milagre (ou seja Utah, que hoje joga contra uns desfalcados Clippers, perder os jogos que faltam) pode chegar aos playoffs. Quem também está com um pé e meio fora do Top 8, mas no Este, são os Bulls, que perderam em Miami por 106-98.

PS - Agora também estamos no Twitter: https://twitter.com/VdeMercado

Etiquetas: ,