Jonas, Mitroglou e Gaitán regressam à convocatória do Benfica; Suplentes do Dortmund mostram serviço (Pusilic já marca); Fransérgio bisa frente ao Vitória

Qual deve ser o 11 de Rui Vitória?

Depois de terem falhado o jogo da passada quarta-feira com o Bayern, devido a problemas físicos, Gaitán e Mitroglou estão de regresso às opções do Benfica para a partida desta segunda-feira diante do V. Setúbal. Também Jonas, que tinha falhado a partida da Champions mas por castigo, foi chamado. Lista de convocados: Guarda-redes – Ederson e Paulo Lopes; Defesas – Luisão, Lindelöf, Eliseu, Jardel, André Almeida e Nélson Semedo; Médios – Fejsa, Samaris, Gaitán, Salvio, Gonçalo Guedes, Pizzi, Talisca, Carcela e Renato Sanches; Avançados – Raúl Jiménez, Mitroglou e Jonas.

Com a situação na Bundesliga resolvida (a equipa ficará em segundo), Tuchel optou por deixar de fora do onze nomes como Reus, Weigl, Aubameyang, Schmelzer ou Mkhitaryan, pensando no duelo das meias-finais da taça, quarta-feira com o Hertha - O Borussia Dortmund recebeu e venceu o Hamburgo por 3-0, regressando às vitórias depois da eliminação da Liga Europa em Anfield. Aos 38, Pusilic inaugurou o marcador e, aos 17 anos e 212 dias, tornou-se no quarto jogador mais jovem da história a marcar na Bundesliga (tabela liderada por Nuri Sahin, com 17 anos e 81 dias). Pouco depois, aos 44', Adrián Ramos fez o 2-0, num belo remate, tendo o colombiano fixado o resultado final aos 86. Com esta vitória, o Dortmund chegou aos 71 pontos em 30 jornadas, cifra que dariam para ser líder em 47 das últimas 52 edições da Bundesliga. No outro jogo da tarde, o Mainz perdeu em casa com o Colónia por 3-2 (Cordoba e Balogun deram vantagem aos locais mas Risse, Jojic e Modeste deram a volta para os visitantes).

Vit. Guimarães somou o 10.º jogo sem vencer, tendo sido igualado pelos madeirenses na tabela - Na 30.ª jornada, o Marítimo venceu o Vitória por um expressivo 3-0, nos Barreiros, resultado que deixa as duas equipas empatadas no 11.º lugar com 35 pontos. Nelo Vingada apostou em Fransérgio como falso 9 e o brasileiro foi o homem do encontro, apontando dois golos. Aos 12', na sequência de uma má saída de bola de João Afonso, Fransérgio foi derrubado por Dalbert, que seria expulso e tornaria a missão mais fácil para os madeirenses. Como seria de esperar, o Marítimo abriu o activo aos 28' por intermédio de Fransérgio, após assistência de Alex Soares, que viria a dilatar o marcador 3 minutos depois, num penalty muito duvidoso assinalado por falta de Luís Rocha (entrou aos 15') sobre Alex Soares. O Vitória tentava reagir, mas foi o Marítimo a ampliar, graças a mais um golo, desta vez de Djoussé (excelente cruzamento de Edgar Costa, que tinha atirado à barra no primeiro tempo).

Etiquetas: , ,