Bayern escorrega e adia festejos; Dortmund aplica manita; Benfica e FC Porto dominam convocatória dos sub-17 de Portugal; Rosberg na pole

Guardiola poupou para a Champions mas deu-se mal e o Bayern vai ser obrigado a um esforço suplementar para conquistar o campeonato. Por outro lado, permite que a equipa mantenha o foco antes da eliminatória decisiva contra o Atlético (festejar o título agora seria inevitavelmente um factor de distracção). 

O Bayern não foi além de um empate a 1 contra o Borussia M'Gladbach (a equipa que tirou mais pontos a Guardiola na Alemanha) e não conseguiu festejar o tetra campeonato, já que o Dortmund goleou o Wolfsburgo por 5-1 e reduziu a distância para 5 pontos quando ainda faltam dois jogos. Com a maioria dos habituais titulares no banco, a equipa bávara não fez uma exibição brilhante mas chegou cedo à vantagem, por intermédio de Müller. Já na segunda parte, Andre Hahn fez o empate e adiou a festa do emblema de Munique, que teve Boateng de regresso. Em Dortmund, Hummels foi mal recebido mas a equipa deu espectáculo e goleou o Wolfsburgo por 5-1. Auba bisou em dois minutos, Reus, Kagawa e Ramos também contribuíram para o massacre. Os Lobos, a realizarem uma temporada simplesmente medíocre, reduziram através de Schurrle. Destaque também para mais uma vitória do Hoffenheim de Nagelsmann (2-1 ao Ingolstadt), para o segundo triunfo consecutivo do aflito Frankfurt, desta feita frente ao também aflito Darmstadt (2-1), e para a confirmação da despromoção do Hannover, após derrota por 3-1 frente ao Schalke. 

Em relação à pré-convocatória saíram Nuno Santos, Maximiano, Romain Correia, João Oliveira e Filipe Soares - Hélio Sousa já revelou a lista de convocados para o Euro Sub-17, que se vai realizar no Azerbaijão. Entre os 18 jogadores chamados, FC Porto e Benfica são os clubes mais representados. Lista de convocados: João Virgínia (Arsenal), Rúben Vinagre (Mónaco), Florentino, Gedson Fernandes, José Gomes, João Filipe e Mesaque Dju (Benfica), Domingos Quina (West Ham), Diogo Costa, Diogo Dalot, Diogo Leite, Diogo Queirós e Lameira (FC Porto), Mickael Almeida (Lyon), Miguel Luís, Thierry Correia e Rafael Leão (Sporting) e Luís Silva (Stoke City).

Domínio absoluto até ao momento, veremos se mantém o pleno - Nico Rosberg, em Mercedes, conquistou a pole-position no GP da Rússia, sendo mais rápido do que Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) e Kimi Raikkonen (Ferrari). Já Lewis Hamilton continua azarado e teve problemas na unidade motriz do carro, terminando apenas com o 10º tempo.

Etiquetas: , , , ,