Super-Ronaldo já lidera a Bota de Ouro

Grande resposta de CR7. O português, com este póquer, assumiu a liderança da Bota de Ouro, com mais 1 golo que Jonas e 2 que Luis Suárez, isto numa fase em que Messi parece querer intrometer-se na corrida. E conseguiu-o de maneira espectacular, aliás com golos que deviam ser sempre a sua imagem de marca: um tiraço fora da área, um livre perfeito, um à ponta-de-lança e outro de cabeça; Destaque ainda para o bom regresso de Bale à competição, ele que pode ser decisivo na Champions.

O Real Madrid goleou o Celta de Vigo por 7-1, num encontro em que Cristiano Ronaldo esteve em destaque com 4 golos, os quais colocam o Português na liderança da luta pela Bota de Ouro, com 27 tentos marcados na Liga. Num Bernabéu com um clima frio à espera do regresso da Champions (grande objectivo para o que resta de temporada), o início de jogo até esteve longe de ser cómodo para os Merengues, com a equipa de Zidane a sentir as baixas de nomes de Marcelo, Kroos ou Modric, sofrendo bastante no capítulo da circulação e da saída de bola. Com efeito, foram os Galegos a estarem primeiro perto do golo, com Aspas a cabecear à barra aos 14'. Com o passar dos minutos, os locais foram melhorando, e já depois de Ronaldo e Isco terem dado trabalho a Rubén, o golo chegou mesmo aos 42', com Pepe a marcar de cabeça após canto da direita. Na segunda parte, chegou o vendaval Blanco, com o Celta a dar muitos espaços para que os conjunto da Capital jogasse e isso foi fatal: aos 50', Ronaldo recebe a bola a 30 metros da baliza e lança um míssil para fazer o 2-0; 8 minutos depois, num livre descaído para a esquerda, o Português bate de forma perfeita e faz o terceiro; aos 62', Aspas, com um belo chapéu a Keylor Navas, ainda maquilhou o resultado, mas aos 64' Isco oferece a Cristiano o quarto e o seu hat-trick pessoal; e já com Jesé e Bale (este regressado de lesão) em campo, o Canário bate um canto aos 76' para que Ronaldo, de cabeça, marcasse o quinto e chegasse ao póquer; logo a seguir, é o próprio Jesé a marcar (boa iniciativa individual) e, 4 minutos depois, Bale fixou o resultado final.

Etiquetas: ,