"Se nada mudar, teremos de conversar"; Dunga picado com o Real Madrid por causa de Marcelo

É um luxo ter dois guardiões com este nível, mas era previsível que esta situação não durasse muito tempo. Ter Stegen tem provado a sua valia na Liga dos Campeões, é jovem (23 anos), ainda para mais se considerarmos o posto específico que ocupa e provavelmente tem vindo a ser cobiçado por vários clubes. Veremos como é que o Barça irá resolver este tema no Verão, se vendendo o Alemão e ficando com Bravo, que tem sido o titular no campeonato (e com um rendimento extraordinário), ou se o factor idade pesará (o Chileno é 9 anos mais velho) e o clube apostará a "tempo inteiro" pelo Alemão.

Marc-André Ter Stegen chegou ao Barcelona em 2014, e desde aí tem sido a escolha de Luis Enrique para defender a baliza dos Catalães na Champions League e na Taça do Rei, com Bravo a ser o eleito para jogar na Liga. Esta rotatividade tem dado bons resultados para os Culés, que vivem tempos de glória, mas não parece ser do total agrado do Alemão, que não pretende prolongar a situação. Foi isso que Ter Stegen disse à imprensa Alemã, deixando claro que "25 jogos por temporada não são suficientes para mim. Se nada mudar, eu e o Barça teremos de conversar", acrescentando ainda que se sente "frustrado" por saber que "quando voltar da Selecção, irei ver do banco um Barcelona-Real Madrid".

É o eterno problema dos clubes com as selecções e vice-versa. Ambos têm os seus interesses, mas a entidade que paga terá sempre uma palavra mais forte. Não é novidade que a maioria dos clubes nem sempre pretende que os seus jogadores representem as selecções, porque com as viagens, os jogos e o risco de sofrer uma lesão podem sair prejudicados. O Real Madrid tenta preservar ao máximo os seus atletas (sobretudo quando vão disputar amigáveis, o que nem é o caso) e Portugal também já "sofreu" com isso, mas deve ser sempre a vontade dos jogadores a prevalecer - Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Uruguai, Dunga prometeu contar toda a verdade sobre a polémica em torno da não convocação de Marcelo. "Depois destes jogos, o médico vai mostrar as mensagens que trocou com o Real Madrid e contar toda a verdade", disse o seleccionador do Brasil. Em causa está o facto de Marcelo não ter sido convocado devido à necessidade de recuperar de lesão, quando tem jogado ao serviço dos merengues.

Etiquetas: ,