O miúdo que fez melhor que Henry

O campeonato francês, mesmo sem estar com a competitividade de outros tempos, continua a ser um palco de aparecimento de jovens promessas. Na edição deste ano, não há ninguém que tenha mostrado tanto potencial como Ousmane Dembelé, avançado do Rennes que tem batido recordes na Ligue 1. Com o décimo golo marcado no campeonato, obtido no Velódrome, o jovem de 18 anos superou Henry e Martial como o mais precoce a chegar a um registo tão prolífico em termos de golos na época de estreia, e não admira que já tenha Bayern, Manchester City ou Barcelona atrás de si. Alguma imprensa diz que o emblema de Munique já garantiu a contratação do promissor francês, que pode seguir as pisadas de Kinsgley Coman, craque com algumas semelhanças. Chamado recentemente para a selecção de sub-21, Dembelé tem impressionado não só pela capacidade de marcar golos, que decorre de um excelente sentido de oportunidade e de muita facilidade de remate, mas sobretudo pela velocidade de ponta e coragem para partir para o 1x1, o que o torna num desequilibrador puro. Apesar do estilo de jogo, não perde objectividade e tem uma maturidade bastante acima da média para um jogador tão jovem. Actuando em qualquer um dos flancos e também no corredor central, é muito forte em acções de condução e tem agilidade suficiente para evitar o choque, já que não é propriamente um monstro do ponto de vista físico. Há já quem diga que tem potencial para vencer a Bola de Ouro no futuro, mas essas expectativas demasiado elevadas não ajudam um jovem que vai dando os primeiros passos e que, por muito talento que tenha, ainda tem muito que evoluir para chegar a esse patamar. 

Etiquetas: ,