Neymar condenado a pagar 45,9 milhões; Roderick marcou o 1.º golo na carreira; Rolando factura na derrota do Marselha (Dembélé voltou a brilhar, Diaby fez o 1.º jogo desde 2014); Valverde na Milan-San Remo

Neymar foi condenado, por um Tribunal do Rio de Janeiro, a pagar 45,9 milhões de euros por fraude fiscal. O avançado, do Barcelona, foi considerado culpado pelos crimes de evasão fiscal, fraude e conluio. Neymar, que ainda poderá recorrer da sentença através do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais de Brasília, terá omitido rendimentos que recebeu do Santos, Barcelona e da Nike. Desta forma tem de pagar cerca de 45,9 milhões de euros, por impostos em atraso, juros e multas. Segundo o Tribunal do Rio de Janeiro, o atleta utilizou as empresas Neymar Sport e Marketing, a N & N Consultoria e a N & N Administração de Bens para deixar de pagar, em impostos, cerca de 15,5 milhões de euros entre 2012 e 2014. "Analisando os atos e negócios jurídicos levados a efeito pelo contribuinte (Neymar), as três empresas mencionadas e os seus sócios (os pais do jogador), é possível confirmar que foram praticados por eles negócios jurídicos simulados, fraudulentos", apontou a auditora fiscal Claudia Develly Montez, citada pela Folha de São Paulo.

Só na 7.ª época como sénior conseguiu marcar, ele que até começou a ganhar visibilidade com um golaço ao FC Porto numa fase final de Juniores - Roderick Miranda fez o 1.º golo como profissional na vitória do Rio Ave frente ao Marítimo (1-0). O central, que completa 25 anos este mês, ganhou nas alturas num lance de bola parada e deu os 3 pontos aos vilacondenses, num jogo em que o Marítimo (à excepção dos minutos finais quase nem testou Rui Vieira) sentiu a ausência de alguns titulares, como Dyego Sousa. Com este triunfo o Rio Ave consolidou o 6.º lugar (39 pontos, mais 4 que o Paços), já o conjunto insular continua com 29 pontos, podendo ficar mais perto dos lugares de descida.

Prognósticos? Sagan, Michael Matthews, Kristoff, Van Avermaet e Cancellara são os principais favoritos, mas há vários tipos de candidatos, deste Stybar, Thomas ou algum sprinter como Hagen, Bouhanni, Gaviria ou Bonifazio - Alejandro Valverde, que no ano passado conseguiu a melhor posição, com o 20.º lugar, juntou-se a Lobato no elenco da Movistar que vai participar na Milan-San Remo, o 1.º monumento da época. Já Dumoulin, que ia ser o chefe-de-final da Giant, que não conta com o lesionado Degenkolb, é baixa de última hora, devido a um problema de saúde.

O menino Dembélé (apenas 18 anos), que tem sido apontado ao Barcelona, marcou, assistiu e continua a brilhar; Diaby, que não jogava desde Setembro de 2014, somou os primeiros minutos pelo Marselha - O Rennes somou sua terceira vitória nos últimos 4 jogos, vencendo, no Vélodrome, o Marselha por 5-2 , resultado que permite subir ao 3.º lugar da Ligue 1, a 4 pontos do Mónaco. A goleada começou a ganhar expressão logo no primeiro tempo, com a equipa de Rolland Courbis a chegar aos 3-0 ainda no 1.º quarto de hora (golos de Gourcuff, Dembele e Sio), mas a reação do Marselha fez-se sentir, com Thauvin e Rolando (que teve culpas num golo sofrido) a reduzirem. No entanto, pouco depois, aproveitou o Rennes para matar o jogo, com Gourcuff (que ainda acertou nos ferros) a bisar no encontro. Quase 20 minutos volvidos, Sio (assistido por Dembélé) fechou as contas do jogo, fazendo o quinto da sua equipa. Destaque total para o prodígio francês Ousmane Dembélé que, a jogar como médio ofensivo, tem carregado a equipa às costas (não é estranha a melhoria substancial de resultados), tal como mostram os seus números. Chegou aos 10 golos e 5 assistências no campeonato em apenas 19 jogos (e 15 como titular) e nos últimos 4 encontros marcou 5 golos e deu outros 3 a marcar.

Etiquetas: , ,