A prova dos 9

Para muitos já esteve fora da luta, mas chegados a Março é o Benfica que lidera a Liga e com um calendário que permite sonhar com o 35.º campeonato.

O que resta da Liga para cada um dos candidatos:
Benfica -  Tondela (casa), Boavista (fora), Braga (casa), Académica (fora), Vitória FC (casa), Rio Ave (fora), Vitória SC (casa), Marítimo (fora), Nacional (casa).
A ter cuidado: Braga, Guimarães e Marítimo. O Benfica tem, teoricamente, o calendário mais acessível. Se não vacilar em casa frente às equipas o Minho, poucos parecem ser os adversários de grande perigo, apenas Rio Ave e Marítimo parecem ter capacidade para poderem sonhar com um roubo de pontos ao líder.
Vantagens: Dois dos jogos teoricamente mais complicados (Braga e Vitória SC) são em casa, reduto sempre complicado para os visitantes do clube da Luz. As próximas duas jornadas com as equipas abaixo da linha de água também podem permitir à equipa respirar e gerir o esforço da eliminatória da Champions.

Sporting -  Estoril (fora), Arouca (casa), Belenenses (fora), Marítimo (casa), Moreirense (fora), União da Madeira (casa), Porto (fora), Vitória FC (casa), Braga (fora)
A ter cuidado: FC Porto, Braga, Arouca - O calendário dos Leões não é propriamente acessível e sobretudo não dá margem para erro. Qualquer tropeção frente aos adversários teoricamente mais acessíveis obriga a uma vitória nos redutos mais complicados - no Dragão ou na Pedreira. Nos outros desafios, é preciso cautela com o Arouca, a verdade é que a equipa do engraçadinho dos treinadores (palavras de Paulo Fonseca), está mesmo fazer a "gracinha" do Campeonato e segue num sólido quinto lugar.
Vantagens: Duas das deslocações do Sporting são quase "meia-casa", já que a equipa Leonina tem tido forte apoio no Restelo e na Amoreira. Além disso, o Sporting já não vai à Madeira (sempre complicado) e já não tem qualquer outra competição para disputar.

FC Porto -  União da Madeira (casa), Vitória FC (fora), Tondela (casa), Paços de Ferreira (fora), Nacional (casa), Académica (fora), Sporting (casa), Rio Ave (fora), Boavista (casa).
A ter cuidado: Paços de Ferreira, Sporting, Rio Ave - Os Dragões nem precisam de meter prego a fundo para terem a possibilidade de pressionar, pelo menos, o Sporting. 3 das 4 deslocações são perigosas mas estão longe de ser de alto risco: Se a equipa cumprir no Bonfim, na visita aos Castores e e em Vila do Conde, só a recepção ao Sporting parece ser um verdadeiro desafio.
Vantagens: O calendário dos Dragões só não é o mais acessível devido à recepção ao Sporting e ao momento menos positivo da equipa, porque defrontar os últimos 4 classificados nas últimas 9 jornadas, sem deslocações à Madeira ou ao Minho e a acabar em casa, dá a possibilidade real ao FC Porto de recuperar pontos para os rivais.

Os últimos e os "jokers" - Tondela, Boavista e Académica defrontam tanto FC Porto como Benfica, e qualquer resultado que não seja uma derrota destas equipas nos 6 jogos tem potencial para baralhar as contas do titulo e da luta pela entrada directa na Champions. Depois, Braga, Vitória de Guimarães, Rio Ave e Arouca são as equipas que podem tentar fazer uma gracinha. À excepção dos Guerreiros (a equipa mais perigosa), todas as outras (e até o Paços de Ferreira) estão numa luta acesa pela Europa, com poucos pontos a separar cada uma das posições mas muito em jogo. Serão adversários incómodos.

No fundo, parece claro que o Benfica tem reais possibilidades de assegurar a primeira posição caso não tropece contra adversários mais fracos. A única incógnita é saber que impacto pode ter uma eventual passagem aos Quartos-de-Final da Champions em termos de calendário, bem como a meia final da Taça da Liga contra o Braga. O Sporting tem apenas estes 9 jogos oficiais da temporada e se a equipa não perder pontos contra os mais pequenos, só tem de mostrar no Dragão e na Pedreira estaleca de campeão para o poder realmente ser. Acabar na Pedreira será sempre complicado, mas pelo menos joga com a pressão de já ter o FC Porto a 4 pontos e de, a menos que tenha um final catastrófico, poder pelo menos assegurar um lugar na fase de grupos da próxima Champions. Os Dragões são a equipa que corre atrás, seja do titulo ou da entrada directa na Liga dos Campeões, mas como este campeonato já mostrou é que quem parece estar fora hoje... amanhã está novamente na luta.

Visão do Leitor (perceba melhor como pode colaborar com o VM aqui!): Vasco Galhofo

Etiquetas: