Postiga marca no triunfo do Rio Ave; Sp. Braga empata em Arouca a jogar com 9

Postiga não marcava em Portugal desde 30 de Abril de 2011 e no final do encontro voltou a referir que o Europeu é um objectivo: "Desde o início que o meu objetivo foi ajudar o Rio Ave, e tudo o que vier será por acréscimo, tudo será bem-vindo. Trabalho para desfrutar aos últimos anos que me restam. (Sonha voltar à selecção?) Não custa nada sonhar, sou português e esse é um objetivo de qualquer jogador que se te mantém no ativo"; vitória importante para o conjunto de Pedro Martins (e ainda por cima a jogar quase toda a segunda parte com menos um), que está à condição no quinto lugar, ao passo que os Axadrezados podem cair na zona de despromoção se a Académica vencer.

O Rio Ave foi ao Bessa vencer o Boavista por 2-1, num jogo em que jogou com 10 desde os 48, por expulsão de Pedro Moreira. Aos 23', Tiago Mesquita comete uma falta desnecessária sobre Heldon e na conversão do livre João Novais coloca a bola na cabeça de Postiga e o Internacional Português marca o primeiro golo do jogo, quase 5 anos depois do seu último tento no nosso campeonato. Na segunda parte, aos 48', Pedro Moreira vê o segundo amarelo e logo a seguir Renato Santos marca um grande golo de livre directo. No entanto, apesar da superioridade numérica dos locais, foram os visitantes a chegar ao golo da vitória , quando aos 78' Hackman perde a bola após um canto a favor do Boavista quando era o último homem, aproveitando Guedes para servir Kayembe que, após falhar na cara de Mika num primeiro momento, ganhou o ressalto, fintou o guardião e fez o golo do triunfo.

Arouquenses foram melhores na 1.ª parte mas depois não conseguiram aproveitar a superioridade numérica; Conjunto de Fonseca fez de um penalti a favor uma desvantagem - Num duelo recheado (só faltaram os golos) Arouca e Sp. Braga empataram a 0, resultado que mantém os minhotos no 4.º lugar, sendo que o conjunto de Lito baixa para a 6.ª posição. Fonseca, como tem sido habitual, voltou a rodar a equipa, e o Arouca aproveitou para se superiorizar na 1.ª parte, tendo tido duas excelentes oportunidades para marcar. Primeiro por Artur, que não conseguiu servir um companheiro quando estava isolado, e depois por Zequinha que atirou ao poste. O Sp. Braga nos primeiros 45 minutos praticamente só criou perigo por intermédio de Wilson. No entanto, na 2.ª parte o jogou mudou. Os minhotos entraram melhor e aos 56 minutos beneficiaram mesmo de um penalti para chegar à vantagem, mas esse lance curiosamente acabou por prejudicar a equipa. É que Rui Fonte envolveu-se numa picardia e foi expulso e depois Alan na cobrança permitiu a defesa a Bracali. O jogo ficou quente, e pouco depois Djavan viu o vermelho directo devido a uma entrada sobre Gegé, que tinha estado no tumulto que provocou a expulsão de Fonte. No entanto, o Arouca, apesar de estar a jogar contra 9, e o relógio ainda ir no minuto 64, nunca conseguiu levar real perigo para a baliza de Marafona e o nulo não se desfez.

Etiquetas: