Valha-nos o Sp. Braga... mas nem tudo é mau para Portugal!

Portugal, fruto das derrotas de Sporting e FC Porto na Liga Europa, ficou apenas com 2 representantes nas competições europeias, mas o dia não foi totalmente negativo já que St-Etienne, Ol. Marselha, Lokomotiv Moscovo e Krasnodar, seguiram os exemplos de leões e dragões e também caíram nesta eliminatória, deixando França e Rússia com apenas 1 participante. Sendo assim a luta pelo 5.º e 6.º lugares (os que colocam 3 equipas na LC) do Ranking da UEFA está, assim, dependente de PSG, Zenit, Benfica e Sp. Braga. Os franceses seguem com uma vantagem curta sobre Portugal (52.082 vs 51.915), enquanto a Rússia soma 51.082. Recordamos que se Portugal assegurar novo 5.º lugar no final do ano, coloca duas equipas de forma directa na LC e uma 3.ª a disputar o playoff de acesso à mesma prova.

Qual é o adversário ideal para o Sp. Braga: Valencia, Sevilha, Athletic Bilbao e Villarreal (Espanha), Liverpool, Tottenham e Manchester United (Inglaterra), Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund (Alemanha), Sparta Praga (Rep. Checa), Lazio (Itália), Fenerbahçe (Turquia), Shakhtar (Ucrânia), Anderlecht (Bélgica) ou Basileia (Suíça)?

Marco Silva e Paulo Sousa eliminados; Vezo marca pelo Valencia; Man Utd (apesar da defesa remendada e da lesão de Martial no aquecimento) goleia; Espanha com 4 equipas nos oitavos-de-final - O Liverpool conseguiu chegar aos Oitavos-de-final da Liga Europa, batendo o Augsburgo por 1-0. Em Anfield, os Reds chegaram ao golo muito cedo, com James Milner a não desperdiçar uma grande penalidade aos 5’, e depois conseguiram não sofrer um golo que os colocaria fora de prova. Em Bilbau, o Atlhetic deu sequência ao domínio Espanhol na Europa, empatando a 1 com o Marselha, após a vitória em França. Os visitantes começaram melhor, chegando à vantagem no jogo e ao empate na eliminatória com um golo de pé esquerdo Batshuayi aos 40’, mas no segundo tempo, já aos 81’, Merino respondeu bem de cabeça a um cruzamento de Susaeta e deu a passagem aos Bascos. Já em Gelsenkirchen, o Shakthar venceu confortavelmente o Schalke por 3-0. Os Ucranianos entraram na frente, devido a um tento de Marlos aos 27’, desviando de calcanhar um passe de Ferreira, consumando a supremacia no segundo tempo, com Ferreira e Kolavenko a fixarem o resultado final. O Valência deu sequência à goleada obtida na 1.ª mão e voltou a obter um resultado gordo, vencendo o Rapid 4-0 em Viena. Rodrigo, Feghouli, Piatti e Vezo marcaram os golos, todos no segundo tempo. Também o Fenerbahçe de Vitor Pereira confirmou a passagem, indo a Moscovo empatar a 1 com o Lokomotiv. Samedov ainda deu esperaça à equipa de Manuel Fernandes, mas Topal empatou perto do fim para o conjunto de Nani e Bruno Alves. Já a Lazio recebeu e venceu o Galatasaray por 3-1 e o Sparta de Praga foi à Rússia golear o Krasnodar por 3-0. Nos restantes jogos, o Olympiacos de Marco Silva (com Manuel da Costa a titular) foi despachado pelo Anderlecht, por 1-2, no prolongamento depois de ter vencido 1-0 no tempo regulamentar. Fortounis marcou de grande penalidade, mas um bis de Acheampong no prolongamento e uma excelente prestação defensiva dos belgas (Proto na baliza esteve em destaque; Najar a lateral direito esteve em foco) foram cruciais para a passagem à próxima eliminatória do conjunto de Besnik Hasi. A Fiorentina de Paulo Sousa também foi arrumada, depois da goleada do Tottenham (3-0) em White Hart Lane. Mason, Lamela e um auto-golo de Gonzalo Rodríguez (ele que tem feito uma excelente temporada) foram os marcadores do encontro. O Man United, com uma defesa remendada, até começou mal frente ao Midtjylland, com Sisto a adiantar os dinamarqueses aos 27 minutos, mas despachou a equipa de Jess Throrup com uma goleada por 5-1. Bodurov (na própria baliza), um bis de Rashford (na estreia pelos Red Devils bisou), Herrera de penálti (Mata tinha falhado uma conversão quando ainda estava 1-1) e Depay (ele que fez uma exibição para mais tarde recordar) inscreveram os nomes na lista de marcadores. O Sevilha perdeu por 1-0 na Noruega frente ao Molde (golo de Hestad), mas seguiu em frente; Nápoles e Villarreal empataram a 1 (Hamsik e Pina), o que valeu o apuramento ao conjunto espanhol; já o Basileia esteve fora da Liga Europa durante dois minutos (o Saint-Etienne tinha empatado aos 89’), mas Zuffi, que bisou (e o primeiro deles foi um golaço de livre), aos 91’ ofereceu a passagem ao conjunto suíço.

Etiquetas: