Guardiola continua sem vencer em Leverkusen; Peseiro convoca Chidozie; Torres chega ao golo 100 pelo Atlético

Bayer e Bayern fizeram um concurso na 1.ª parte a ver quem conseguia jogar pior - só maus passes e balões - mas na 2.ª parte deram espectáculo. Muller (que esteve muito perdulário) e Thiago revolucionaram o jogo dos bávaros, Douglas Costa voltou a fazer magia na esquerda; Rival do Sporting na LE entrou melhor no 2.º tempo mas denotou muitas dificuldades na defesa (a equipa fica partida com facilidade e nas laterais, principalmente na direita denota alguma fragilidade).

Tudo na mesma no topo da Bundesliga, o Dortmund não saiu do nulo na deslocação ao terreno do Hertha mas o Bayern, no jogo grande da 20.ª jornada, imitou o resultado do 2.º classificado e também empatou a 0 frente ao Leverkusen, resultados que mantém os 2 primeiros afastados por 8 pontos. Guardiola, que vai deixar o campeonato alemão sem vencer na Bay Arena para o campeonato (2 empates e uma derrota), voltou a apostar em Kimmich a central e surpreendeu ao sentar Muller e Thiago Alcantara, mas a 1.ª parte teve pouca história, o que surpreende já que estavam frente-a-frente duas equipas muito ofensivas. E a verdade é que as duas equipas mudaram de atitude no 2.º tempo e deram um grande espectáculo. O Leverkusen até aos 60 minutos esteve perto do golo em algumas situações, mas depois Pep fez entrar Muller, já antes tinha colocado Thiago no lugar do apagado Vidal, e o ascendente mudou. Os bávaros começaram a criar oportunidades com muita facilidade e não fosse o desperdício, principalmente de Muller, teriam conseguido os 3 pontos. O Leverkusen só voltou a equilibrar já perto do fim quando Alonso foi expulso, tendo Brandt desperdiçado uma grande oportunidade, também Muller, já nos descontos, teve tudo para marcar, mas o resultado não se alterou. Nos outros jogos, o Schalke, com Júnior Caiçara (ex-Gil Vicente) a titular a lateral direito, vergou o Wolfsburgo por 3-0. Huntelaar, Geis (reforço que tem sido o melhor da equipa) e Schöpf fizeram os golos, com destaque para Caiçara que fez duas assistências. Do lado dos Lobos, Kruse jogou no meio campo, no apoio a Bendtner (outra má exibição), mas esteve desastrado, Caligiuri acertou nos ferros, mas está ligado a um golo, já Vieirinha fez os 90 minutos a médio ala direito, tendo sido dos menos maus da equipa. De resto destaque para a vitória do Estugarda em Frankfurt por 4-2, golos de Gentner (ainda ofereceu outro), Didavi, Niedermeier e Kostic (Meier e Huszti reduziram); para a vitória do Mainz pela margem mínima em Hannover (exibição convicente, com um meio campo dominador, e golo de Samperio); e por fim, para o Ingolstadt, que continua a surpreender depois de ter subido este ano, que derrotou o Augsburgo por 2-1, tentos de Marvin Matip (irmão de Joël Matip) e Hartmann, sendo que o lateral esquerdo Stafylidis, emprestado pelo Leverkusen ao Augsburgo, ainda tinha adiantado os forasteiros no primeiro quarto de hora.

Colchoneros começaram a perder, mas deram a volta e voltaram a igualar o Barcelona na Tabela (apesar de terem mais 2 jogos) - O Atlético de Madrid cumpriu, no Vicente Calderón, e venceu o Eibar por 3-1. Simeone deu o lugar a jogar menos utilizados a contas com suspensões e apostou em Saúl a central, Gámez a lateral direito, Lucas Hernández a lateral esquerdo, Tete a médio ala direito e Correa a segundo avançado. E foi uma das novidades, Saúl, o primeiro a errar, oferecendo um golo ao Eibar depois de um mau atraso para Oblak (a bola ficou presa). No entanto, a equipa de Madrid soube reagir e deu a volta ao encontro com dois golos característicos desta equipa. Cantos de Koke e os centrais (primeiro Giménez e depois Sául - a redimir-se) a cabecear para dentro da baliza. Diego Simeone também acertou nas substituições, Óliver e Fernando Torres entraram muito bem e Vietto contribuiu para o terceiro golo, oferecido a Fernando Torres, naquele que foi o seu 100.º tento com a camisola do Atlético.

Peseiro, com as ausências de Marcano e Maxi, vai promover pelo menos duas alterações no 11 -  A presença de Chidozie é a grande novidade na lista de convocados do FC Porto para a recepção ao Arouca. O defesa/médio, que ainda tem idade de júnior, já foi utilizado na Taça da Liga mas ainda não se estreou no campeonato. Na lista mantém-se o sul-coreano Suk, depois de ter sido considerado recuperado da lesão no tornozelo sofrida frente ao Gil Vicente. Convocatória: Guarda-redes: Helton e Casillas; Defesas: Martins Indi, Maicon, José Ángel, Miguel Layún e Chidozie; Médios: Rúben Neves, Sérgio Oliveira, Herrera, André André, Danilo; Avançados: Varela, Brahimi, Aboubakar, Marega, Corona, Suk.


Etiquetas: , ,