Tottenham reforça candidatura ao título (City ainda não venceu equipas do Top 6); FC Porto derrota Benfica e conquista Taça Hugo dos Santos

Spurs não vencem a Liga desde 1961, será este ano? Os londrinos, com esta vitória, reforçaram a candidatura ao título e podem ter afastado o City da corrida; Conjunto de Pellegrini, deu uma grande resposta depois de ter sofrido o 1-0, pelo que fez nesse período até merecia ter vencido, mas ainda não derrotou clubes do Top 6; Aguero esteve desastrado (mau a finalizar e demasiadas vezes em fora-de-jogo) e isso fez a diferença.

O Man City, que na teoria era o principal candidato ao título, no espaço de uma semana foi pela 2.ª vez derrotado em casa, desta vez pelo Tottenham (1-2), e perdeu terreno para os rivais, já os Spurs estão agora a apenas a 2 pontos do Leicester. Depois de uma 1.ª parte equilibrada, em que o conjunto de Pochettino esteve melhor, tendo tido mais posse, apesar da ausência de verdadeiras oportunidades de golo, no 2.º tempo, os visitantes chegaram ao 1-0 através de Kane, que converteu um penalti mal assinalado por alegado braço de Sterling (a bola bateu nas costas), mas depois só deu City. Logo a seguir ao golo Yaya atirou à barra num livre, e numa fase em que já justificava o suplente Iheanacho empatou, dando sequência a uma assistência de Clichy. Com o empate os Citizens carregaram ainda mais, mas não conseguiram bater Lloris, e como quem não marca sofre, numa perda de bola de Yaya, Lamela conduz, isola Eriksen e o aniversariante isolado bateu Hart. Já faltava pouco para jogar, mas os anfitriões ainda estiveram perto do empate, mas não era a noite do City e o resultado não se alterou. Nos anfitriões nota para a excelente exibição de Fernandinho, a defesa, no regresso de Kompany, também esteve melhor; Já Rose, a dupla Wilmer-Alderweireld, e os médios Dier, Alli e Dembele, foram sempre competentes nos Spurs.

A terceira do historial portista nesta competição, que desde há sete anos substitui a extinta Taça da Liga - O FC Porto bateu o Benfica (69-68), no Pavilhão Municipal de Oliveira do Hospital, conquistando assim a Taça Hugo dos Santos em basquetebol. Vencedor das últimas três edições, o Benfica, campeão nacional, chegou ao intervalo a vencer, por 31-28, mas o F. C. Porto inverteu o resultado na segunda metade e conquistou o troféu que lhe escapava desde 2011/12. Nota para a maneira como terminou o jogo. A 32 segundos do fim, Miguel Queiroz com um triplo colocou o resultado em 67-63, mas o ex-NBA Daequan Cook respondeu no lado contrário também com um triplo. Logo a seguir, Pedro Bastos converteu 2 lances livres e reforçou a vantagem portista (69-66), reduzida por Carlos Andrade no último segundo (69-68), num lance em só foi decidido com o recurso às imagens televisivas, já que o Benfica considerou que era triplo (o que permitia empatar), o que não se confirmou. 

Etiquetas: ,