Sporting pagou 2,2 ME em comissões no mês de Janeiro; Boeck, Salomão e Viola saíram em definitivo a custo zero; Barcos chega a Alvalade por 80 mil euros

Não há custo zero no futebol. 

O Sporting, como é habitual, publicou no seu jornal os negócios que protagonizou no mercado de Inverno. Os leões dão conta que gastaram 300 mil euros nas aquisições de Bruno César, Schelotto, Zeegalaar (o único que foi pago a um clube), Coates e Barcos, mas em compensação investiram 2,148 ME em comissões com estes 5 jogadores. No que diz respeito às saídas, Montero foi transferido por 5 ME, mas envolveu uma comissão de 350 mil euros, já pelos empréstimo de Jonathan Silva, Tanaka e Labyad, o clube leonino recebeu 569 mil euros, sendo que no caso do marroquino tiveram de pagar uma comissão de 50 mil euros. Nota ainda para as saídas de Diogo Salomão, Viola e Boeck, todas em definitivo e a custo zero. Ou seja, no total o Sporting pagou 2,248 milhões de euros em comissões no mês de Janeiro, tendo investido ainda 300 mil euros num reforço e realizado um encaixe de 5,569 ME com a venda e empréstimo de jogadores. Tudo somado, os leões lucraram 3 milhões de euros em Janeiro. 

Entradas:
Bruno César: Custo 0,00 € + 1.300.000,00 € de comissão
E. Schelotto: Custo 0,00 € + 203.000 € de comissão
Marvin Zeegalaar: Custo 300.000,00 € + 190.000 € de comissão
Sebastian Coates: Custo 0,00 € + 75.000,00 € de comissão (opção de compra por 5.000.000,00 €)
Hernan Barcos: Custo 0,00 € + 80.000,00 € de comissão
Total: Custo 300.000,00 € + 1.848.000,00 € de comissão = 2.148.000,00 €

Saídas:
Definitivas:
Fredy Montero: Valor 5.000.000,00 € – 350.000,00 € de comissão
Marcelo Boeck: Valor 0,00 €
Valentin Viola: Valor 0,00 €
Diogo Salomão: 0,00 €
Empréstimos:
Jonathan Silva: Valor 100.000,00 €
Tanaka: Valor 169.000,00 €
Labyad: Valor 300.000,00 € – 50.000,00 € de comissão
Sacko: Valor 0,00 €
Rosell: Valor 0,00 €
Cissé: Valor 0,00 €
Luís Ribeiro: Valor 0,00 €
Total: Valor 5.569.000 € – 400.000,00 € de comissão = 5.169.000,00 €

Etiquetas: