«Sou como uma mulher, posso fazer duas coisas ao mesmo tempo»; Curry no concurso de Triplos

O timing do anúncio pode complicar o resto da época do catalão? É normal que até ao Verão seja bombardeado, e se eventualmente as coisas não correrem bem aos bávaros facilmente vai ser acusado de já estar mais preocupado em contratar o Pogba, Messi ou Verratti, do que em dedicar-se à actual equipa.

Pep Guardiola disse hoje, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Bayer Leverkusen, que não vê problemas em treinar o Bayern e estar já a projectar o que será o City a partir da próxima época. «Sou como uma mulher. Posso fazer duas coisas ao mesmo tempo», respondeu de maneira irónica, quando questionado sobre o assunto. Acrescentando: «Sei que uma situação como esta não aconteceu antes, de um técnico deixar o Bayern. Normalmente, é o Bayern que despede um treinador. Mas temos ainda quatro meses pela frente, e temos que continuar a trabalhar», frisou. «Falarei do City quando estiver na Inglaterra, não agora». Mas a imprensa alemã não parece ter intenção de dar espaço ao ex-Barcelona e, além do tema City, bombardeou Pep com perguntas sobre Vidal, que alegadamente se apresentou bêbado no estágio que a equipa fez no Qatar, o que motivou uma resposta dura de Pep: «Não sei por que os treinadores ainda têm que vir às conferência de imprensa. Estou aqui porque tenho que estar aqui. Não existe respeito para com os treinadores. Há meios que não me fizeram uma pergunta sobre futebol em três anos», acusou, antes de ter salientado que a situação de Vidal é apenas uma novela, recordando que no Qatar o álcool até é proibido.

Deve ser o principal concurso da noite - Stephen Curry, o MVP, vai defender a vitória no concurso de triplos no All-Star de 2016. O PG dos Warriors vai ter a oposição do companheiro de Klay Thompson, James Harden (Rockets), Khris Middleton (Bucks), Kyle Lowry (Raptors), JJ Redick (Clippers), Devin Booker (Suns) e Chris Bosh (Heat).

Etiquetas: